Tour de France – João Almeida dá um murro na mesa

Tour de France – João Almeida dá um murro na mesa

Forma incrível e gesto ao colega Juan Ayuso não passaram despercebidos. João Almeida foi o MVP do bloco de Tadej Pogacar no Col du Galibier.

A alta montanha chegou ao Tour de France logo ao quarto dia e a intra-história foi a fricção entre João Almeida e Juan Ayuso.

Tanta dureza tão cedo é inédita na prova. A partida em Itália e entrada em França pelos Alpes justificam a incursão nas montanhas.

A expetativa para ver o comportamento do bloco da UAE-Emirates era grande. Não é todos os dias que vemos tantos líderes convertidos em gregários.

Curiosamente não foi o general Tadej Pogacar a por os soldados em formação no Col du Galibier.

Tim Wellens iniciou o trabalho de demolição da UAE-Emirates.
Créditos: A.S.O. Billy Ceusters

Muito João Almeida e pouco Juan Ayuso

Quando chegou a altura de partir o grupo viu-se muito João Almeida e pouco Juan Ayuso. O português assumiu a cabeça do grupo dos favoritos e Juan Ayuso ficou na parte de trás aparentemente em dificuldades.

Quando Pogacar já só tinha a dupla ibérica – Adam Yates rebentou antes de entrar ao serviço – viveu-se um momento interessante.

João Almeida levantou o braço como que dizendo “Juan anda puxar”. Juan Ayuso demorou a chegar à cabeça do grupo, mas cumpriu a missão.

Foi uma colaboração arrancada a ferros. Ayuso parecia ir no limite, que não podia dar mais uma pedalada, quando afinal estava longe de entrar na reserva.

Juan Ayuso chamado ao trabalho no Col du Galibier.
Créditos: A.S.O. Billy Ceusters

João Almeida esteve oito minutos a puxar

Os habituais olhares atentos das redes sociais traduziram em tempo a distruibuição do trabalho do bloco da UAE-Emirates no Col du Galibier.

No TopCycling também fizemos essa análise. João Almeida esteve não oito, mas quase nove minutos a puxar no primeiro teste montanhoso do Tour de France! Juan Ayuso fez apenas quatro ao vento.

O espanhol soube gerir para forçar na descida e sprintar para bonificar quatro segundos na meta. João Almeida coroou com os favoritos, mas cedeu 14 segundos na descida. Subiu a 8º na geral individual, enquanto Ayuso é 3º.

Pogacar teve que se posicionar

O gesto de João Almeida teve repercussão lá fora. Em Espanha, o Diário As cita Ayuso que diz ter evitado “um sobre-esforço” para não se “queimar” e não poder ser mais útil posteriormente.

A comentar a etapa para o canal neerlandês NOS, Tom Dumoulin explicou que “Ayuso esteve sempre atrás e pareceu em dificuldades. De vez em quando até esteve no elástico. Almeida teve que o chamar à frente para ajudar. Ele ajudou, mas depois faz 3º na etapa. Então pergunto-me ‘Ayuso, deste tudo pelo teu líder?’ Claramente ele nao ficou vazio. Isso irritou o Almeida, com razão“.

Também Pogacar teve que se posicionar quando questionado pela imprensa que cobre o evento.

“Quando vais a full gas, até para dizer a alguém que o amas tens que gritar. Há muita gente à volta e são normais os gestos para nos entendermos, mas não creio que o João esteja incomodado por nada. Estou contente pela maneira como corremos.”

Tadej Pogacar
Tadej Pogacar ao ataque no Col du Galibier.
Créditos: A.S.O. Charly Lopez

Ayuso tem fibra de campeão

O Tour de France ainda agora começou, mas já deu para perceber que Juan Ayuso tem fibra de campeão e não se vai contentar com ser gregário.

João Almeida joga melhor em equipa, mas deveria aproveitar a forma suprema que trouxe da Volta à Suíça e aspirar a mais que o top 5 do Tour de France? Esse foi o objetivo definido pelo próprio em entrevista ao TopCycling.

Joxean Matxin e Mauro Gianetti assistem de camarote e sabem ter em mãos um bom “problema”. Evitar fraturar o grupo ao estilo Jumbo-Visma na Vuelta a Espanha do ano passado é a tarefa dos diretores.

E Tadej Pogacar, terá uma palavra a dizer na forma como se vão gerir os egos? O “Caníbal” do ciclismo moderno terá que fazer uma gestão cuidadosa dos egos dentro do balneário.

Noticias relacionadas

É Oficial: Astana Qazaqstan Team recebe novo Investidor

É Oficial: Astana Qazaqstan Team recebe novo Investidor

Tour de France 2024 | Etapa 17 | Todos querem vencer

Tour de France 2024 | Etapa 17 | Todos querem vencer

João Almeida: “Serei co-líder na Vuelta”

João Almeida: “Serei co-líder na Vuelta”

Tour de France 2024 | Etapa 16 | Luta pela Verde ao rubro

Tour de France 2024 | Etapa 16 | Luta pela Verde ao rubro

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais