Tom Pidcock toma decisão importante para o seu futuro

Tom Pidcock toma decisão importante para o seu futuro

Tom Pidcock acaba de anunciar o prolongamento do seu contrato com a INEOS até 2027.

Este anúncio teve eco um pouco por toda a imprensa internacional da modalidade, pois é sem dúvida uma boa movimentação por parte da equipa britânica.

Tom Pidcock, campeão do mundo de ciclocrosse e olímpico de cross country é uma das grandes promessas do ciclismo mundial, do qual surgiam casa vez mais rumores acerca de uma possível mudança para outra formação.

A INEOS percebeu os sinais, e não demorou a agir, renovando o contrato com o ciclista britânico de 22 anos, até 2027.

Depois de singrar nas vertentes de cross country e de ciclocrosse, Tom Pidcock aposta, há já alguns meses, na vertente de estrada, tendo já, vencido a Fleche Brabançonne, em abril, e registado outras boas prestações, como foi o caso do segundo lugar conseguido na Amstel Gold Race.

Depois de terem pairado alguns rumores de que o ciclista britânico estaria seriamente interessado em mudar de ares, eis que agora tudo parece bem com a INEOS, com Tom Pidcock a garantir que este foi o passo que queria dar na sua carreira.

“Não há melhor equipa para passar os próximos cinco anos. Para os meus objetivos, como perseguir vitórias em ‘Monumentos’, títulos mundiais e um dia uma grande Volta, é o sítio a estar”, descreveu, citado em comunicado.

Tom Pidcock, INEOS

O sentimento de satisfação parece recíproco, pois Dave Brailsford, diretor da INEOS, também comentou esta renovação de contrato de longo prazo com o atleta, destacando a versatilidade que este apresenta, como um importante trunfo para a formação britânica.

“Tom é um ciclista incrivelmente talentoso, mas o que o diferencia da grande maioria é a sua versatilidade. Tom é já um medalhista de ouro olímpico, campeão mundial de ciclocrosse e vencedor comprovado na estrada. Ele está no centro de uma empolgante nova geração de jovens ciclistas. A duração do relacionamento com o qual concordamos com Tom nos dá a oportunidade de alcançar seus objetivos ambiciosos e multidisciplinares, ao mesmo tempo em que lhe dá o benefício de aprender com a sabedoria e experiência de seus muitos companheiros de equipe campeões. o que podemos alcançar juntos.”

Dave Brailsford, diretor da INEOS

O que pretenderá a INEOS de Tom Pidcock, o ataque às clássicas ou uma progressiva integração nas grandes voltas, ou a alternância, de forma a aproveitar a sua multidisciplinariedade? A breve prazo essa decisão deverá começar a ficar a ficar perceptível

Aguarda-se assim, com expetativa os frutos que este contrato de longa duração pode vir a dar, quer para Pidcock, quer para a INEOS., no entanto, parece que se estão a reunir as condições ideais para o crescimento de ambos, num futuro próximo.

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Remco Evenepoel sagra-se Campeão do Mundo dando recital na Austrália

Remco Evenepoel sagra-se Campeão do Mundo dando recital na Austrália

É já esta madrugada que a seleção nacional disputa prova de fundo de elite

É já esta madrugada que a seleção nacional disputa prova de fundo de elite

Specialized apresenta os novos pneus S-Works Turbo

Specialized apresenta os novos pneus S-Works Turbo

António Morgado é Vice Campeão do Mundo de juniores

António Morgado é Vice Campeão do Mundo de juniores

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos