Tirreno-Adriático – João Almeida regista 7.º melhor tempo no contrarrelógio inicial

Tirreno-Adriático – João Almeida regista 7.º melhor tempo no contrarrelógio inicial

João Almeida (UAE Emirates) terminou hoje o contrarrelógio inicial de mais uma edição do Tirreno Adriático no 7.º posto, com Filippo Ganna (INEOS) a ser o mais rápido do dia.

Para a jornada inaugural desta conhecida prova italiana, o pelotão teve pela frente um contrarrelógio de 11,5 quilómetros, que ficou marcado pelas condições adversas que se fizeram sentir na região de Lido di Camaiore, fator que condicionou o rendimento de alguns ciclistas que foram obrigados a cuidados redobrados para não colocar a segurança em causa.  

Filippo Ganna foi o grande destaque do dia, com uma vitória incontestável, com o registo de 12:28 minutos, 28 segundos mais rápido Lennard Kämna (Bora-hansgrohe) segundo classificado. A fechar o pódio ficou Magnus Sheffield, seu companheiro de equipa na INEOS, com 31 segundos de atraso.

João Almeida exibiu-se em bom plano

O ciclista português, João Almeida fez o 7.º melhor tempo do dia, ficando a 41 segundos de Filippo Ganna, naquele que se pode considerar um bom registo, ficando melhor posicionado que alguns dos principais favoritos à vitória final na prova.

Dentro da UAE Emirates, João Almeida foi apenas superado por Brandon McNulty, que conseguiu a 5.ª melhor marca do dia.

Nelson Oliveira com bom registo em dia de aniversário

Houve outro português em bom plano no arranque da prova, falamos de Nelson Oliveira (Movistar).

Em dia de aniversário, o 34.º, Nelson Oliveira registou o 13.º melhor tempo do dia, a 49 segundos do vencedor, confirmando, uma vez mais a sua apetência nesta especialidade.

Nelson Oliveira ficou apenas alguns centésimos abaixo do tempo do regressado Primoz Roglic (Jumbo-Visma), 12.º classificado do dia.

Sorte diferente teve o seu colega de equipa, Wout van Aert, uma das desilusões do dia, ao terminar apenas no 44.º posto da geral.

Importa referir que Van Aert saiu para a estrada numa fase em que a chuva marcou forte presença, condicionando assim a prestação da estrela belga.

Vídeo resumo

Top 15 classificação geral

POSPAÍSNOME – EQUIPATEMPO
01Filippo Ganna – INEOS Grenadiers12:28
02Lennard Kämna – BORA-hansgrohe+ 28
03Magnus Sheffield – INEOS Grenadiers+ 31
04Michael Hepburn – Team Jayco-AlUla+ 33
05Brandon McNulty – UAE Team Emirates+ 34
06Thymen Arensman – INEOS Grenadiers+ 39
07Joao Almeida – UAE Team Emirates+ 41
08Andreas Leknessund – Team DSM+ 41
09Casper Pedersen – Soudal Quick-Step+ 47
10Wilco Kelderman – Jumbo-Visma+ 48
11Alexey Lutsenko – Astana Qazaqstan Team+ 48
12Primoz Roglic – Jumbo-Visma+ 49
13Nelson Oliveira – Movistar Team+ 49
14Mathieu van der Poel – Alpecin-Deceuninck+ 50
15Aleksandr Vlasov – BORA-hansgrohe+ 50

Para terça-feira segue-se uma longa tirada

Amanhã, terça-feira, sai para a estrada a segunda etapa, que reserva uma longa tirada de 210 quilómetros na ligação entre Camaiore e Follonica, num percurso que engloba uma contagem de primeira categoria.

Por: Nelson Ferreira

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Paris – Roubaix Challenge | Como ir viver o inferno do norte

Paris – Roubaix Challenge | Como ir viver o inferno do norte

Alice Segre no Desertus Bikus 

Alice Segre no Desertus Bikus 

Loma, o Novo Capacete Specialized

Loma, o Novo Capacete Specialized

Um português e um belga entram num bar

Um português e um belga entram num bar

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais