Team Ineos quer Wout van Aert

Team Ineos quer Wout van Aert

A renovação de contrato entre Wout van Aert e a equipa Jumbo-Visma está “em cima da mesa”, e a equipa espera concluir prolongar o contrato ao belga nas próximas semanas, mas algo pode estragar os planos, pois a Team Ineos quer Wout van Aert.

A imprensa internacional avança que a Ineos está no mercado com visão de futuro e um dos objectivos será contratar Wout van Aert após 2021 (ano em que este termina contrato com a Jumbo-Visma).

A equipa britânica terá mesmo reunido com o agente do ciclista belga durante o Tour de França deste ano, Dave Brailsford ficou impressionado com a prestação de van Aert e entusiasmado com a ideia de o poder contratar.

A imprensa belga confirmou mesmo que a INEOS Grenadiers e Van Aert ainda estão em conversações.

Nesta temporada, venceu o Milan-Sanremo, Strade Bianche, duas etapas no Tour de França, uma etapa no Dauphiné e foi campeão nacional de contra-relógio belga. Além disto, terminou em segundo no Campeonato do Mundo de estrada, assim como no contra-relógio, foi segundo no Tour de Flandres, e ainda fez exibições de alto nível nas etapas de alta montanha no Tour de França.

Brailsford já esteve em negociações com Van Aert em 2018, para a Team Sky, mas a Jumbo-Visma foi mais rápida nas negociações. Na altura, para a equipa já era claro que a combinação ciclocrosse / ciclismo de estrada não seria problema. Isso foi recentemente comprovado com a contratação de Thomas Pidcock. 

Assim como Van Aert, Pidcock também tem um contrato de patrocínio pessoal com a Red Bull, e não seria a primeira vez que este tipo de sinergias entre marcas poderia ajudar a resolver valores de contratos, já acontece actualmente com Peter Sagan (Specialized), ou com Mathieu van der Poel (Canyon).

Wout van Aert diz que está bem na equipa holandesa, mas também é verdade que quando este foi contratado vinha com créditos dados no ciclocrosse e vinha de uma equipa pro-continental de estrada. Actualmente depois da super temporada que fez este ano, o preço de o ter nas fileiras será muito diferente.

Além disso, o belga já deixou claro em algumas entrevistas que os objectivos da equipa devem enquadrar os seus objectivos pessoais, falando por exemplo da camisola verde no Tour de França, que é um objectivo assumido de Wout van Aert nos próximos anos.

A questão é, se a Jumbo-Visma quer dar primazia ao objectivo de vencer o Tour, e se estará receptiva a todas as condições que van Aert quer, é isso que será resolvido nas próximas semanas.

A Ineos parece estar também a dar luta fora da estrada, não quer deixar de ter o domínio do ciclismo de estrada e para isso necessita manter um bloco forte, que dê garantias de não ser “desmontado” pelo bloco da actual Jumbo-Visma.

Seja numa ou noutra equipa, Wout van Aert pode tornar-se no ciclista melhor pago do mundo em 2022.

Por: Luís Beltrão

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do MARRETAMAN.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Peter Sagan anuncia final de carreira

Peter Sagan anuncia final de carreira

O piloto de Moto GP Miguel Oliveira, participará no  Race Nature Albufeira

O piloto de Moto GP Miguel Oliveira, participará no Race Nature Albufeira

Maiorca foi talismã para Rui Costa… outra vez

Maiorca foi talismã para Rui Costa… outra vez

Maria Martins em entrevista ao TopCycling.pt – Vídeo

Maria Martins em entrevista ao TopCycling.pt – Vídeo

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos