Mundiais de ciclismo – António Morgado conquista lugar de destaque em juniores

Mundiais de ciclismo – António Morgado conquista lugar de destaque em juniores

António Morgado esteve em destaque na prova de fundo de juniores no Campeonato do Mundo de ciclismo de estrada, em Lovaina, Flandres, Bélgica.

O cliclista luso conquistou o 6º lugar da classificação geral, ao cruzar a meta a 24 segundos do norueguês Per Strand Hagenes, que venceu a prova de 121,8 quilómetros, isolado, ao fim de 2h43m48s, dando o primeiro título mundial da categoria à Noruega.

António Morgado obteve assim o segundo melhor resultado de sempre para Portugal em provas de fundo para juniores em Campeonatos do Mundo.

Romain Gregorie, ciclista francês, foi o segundo classificado a 19 segundos, enquanto que em terceiro ficou o estoniano Madis Mihkels, que vinha em fuga, mas acabou por cortar a meta com o mesmo tempo do pelotão principal, 24 segundos depois do vencedor.

No final, António Morgado confessou ter sido ‘obrigado’ a sofrer muito ao longo da prova, para conseguir obter este bom resultado.

“Toda a corrida foi muito difícil. Nunca me senti muito bem, mas consegui mentalizar-me que tinha de sofrer. Foi uma prova sempre de grande sofrimento. Andei sempre na parte de trás no pelotão, mas como era uma corrida de eliminação, fui eliminando alguns adversários. Cheguei a descolar mais do que uma vez, mas consegui agarrar-me ao grupo. No final coloquei-me bem e dei tudo no sprint”, revelou o ciclista natural das Caldas da Rainha.

Gonçalo Tavares, outro português em prova, ficou no 22º lugar, também ele a 24 segundos do campeão mundial, revelando ter se tratado de uma “corrida difícil”, em que a colocação dentro do pelotão foi a principal dificuldade ao longo dos 121,8 quilómetros.

“Conseguia manter-me dois ou três quilómetros bem colocado, mas, de repente, já estava para trás outra vez. Nas subidas era quando conseguia subir mais no grupo, mas depois a descer e no plano, acabava sempre por ficar fechado. Foi uma corrida de muito sofrimento”, confidenciou o ciclista de Proença-a-Nova.

Lucas Lopes e Diogo Pinto, os outros ciclistas lusos na estrada, não concluíram a prova, depois de ambos terem sofrido quedas ao longo do percurso.

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Equipas do World Tour participaram no  Serenissima Gravel

Equipas do World Tour participaram no Serenissima Gravel

Espectadora que causa queda no Tour 2021 começou a ser julgada

Espectadora que causa queda no Tour 2021 começou a ser julgada

Bontrager apresenta as novas Bolsas Adventure

Bontrager apresenta as novas Bolsas Adventure

A NOVA Specialized Stumpjumper EVO Alloy

A NOVA Specialized Stumpjumper EVO Alloy

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos