Montanha – Resumo dos Campeonatos do Mundo XCO e DH 2022

Montanha – Resumo dos Campeonatos do Mundo XCO e DH  2022

Os Campeonatos do Mundo 2022 em Les Gets proporcionaram corridas incríveis no Cross-Country Olímpico ( XCO ) e Down Hill ( DH ), com vitórias históricas nos escalões de Elite.

XCO

Corrida Elite feminina

A correr em casa, a francesa Pauline Ferrand Prevot conquistou o seu quarto título mundial na corrida Elite Feminina e tornou-se na mulher com mais títulos mundiais desta modalidade. A suíça Jolanda Neff lutou e conseguiu a medalha de prata, enquanto que a norte americana Haley Batten conseguiu uma brilhante medalha de bronze.

TOP 10 corrida Elite feminina

De realçar que na corrida de Sub-23 feminina, a Raquel Queirós terminou no 12.º posto. A portuguesa fez uma corrida consistente em Les Gets, mantendo-se na mesma posição classificativa ao longo de toda a prova.

Corrida Elite masculina

Nino Schurter continua a fazer história, tendo conseguido hoje conquistar o seu décimo título de Campeão do Mundo, no local onde em 2004 havia conseguido o título mundial de júnior.

David Valero Serrano foi desta vez quem deu maior réplica a Nino Schurter, deixando a decisão da corrida para a última volta. O espanhol parecia que poderia levar a vitória, mas foi superado na última descida, acabando por conseguir uma merecida medalha de prata.

Luca Braidot fechou o pódio e conseguiu a medalha de bronze, superando Thomas Pidcock, ao qual a corrida hoje não correu da melhor forma.

TOP 10 corrida Elite masculina

Nos Sub-23 masculinos, João Cruz foi o representante nacional corrida de XCO terminando 89.º classificado, a duas voltas do vencedor. 

DH

Corrida Elite feminina

Valentina Holl tornou-se na primeira campeã do mundo de DH austríaca, levando a melhor sobre Nina Hoffmann e Myriam Nicole, que terminaram segunda e terceira respectivamente.

TOP 10 corrida Elite feminina

Corrida Elite masculina

Milhares de fãs de DH deliraram com o domínio francês no DH, e particularmente com o quinto título mundial de Loic Bruni.

Super Bruni, como é apelidado pelos fãs, regressava de lesão e não tinha as expectativas altas, conseguindo no entanto alcançar mais um título mundial, provando porquê é conhecido como tal. Super Bruni está de volta.

Mas os franceses não ficaram apenas com o ouro, Amaury Pierron conseguiu a prata e Loris Vergier a medalha de bronze, preenchendo todos os lugares do pódio com a bandeira francesa.

Destaque ainda para o português Gonçalo Bandeira, que terminou na 31.ª posição entre 81 participantes. O corredor da Seleção Nacional fez a descida em 3’31”475, mantendo-se com um dos melhores registos durante grande parte da corrida.

TOP 10 corrida Elite masculina

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Ciclismo no Eurosport nos próximos dias

Ciclismo no Eurosport nos próximos dias

Remco Evenepoel na INEOS. Rumor ou realidade?

Remco Evenepoel na INEOS. Rumor ou realidade?

Nibali e Valverde despedem-se na Lombardia

Nibali e Valverde despedem-se na Lombardia

A Trek lança novo vestuário de inverno sustentável

A Trek lança novo vestuário de inverno sustentável

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos