Jogos Olímpicos – Contrarrelógio

Jogos Olímpicos – Contrarrelógio

Primoz Roglic venceu a prova de contrarrelógio dos Jogos Olímpicos, o ciclista esloveno esmagou a concorrência, superando os especialistas Tom Dumoulin (Holanda) e Rohan Dennis (Austrália), segundo e terceiro respectivamente, por mais de um minuto ao longo de um percurso ondulado, de 44 quilómetros.

Este resultado marca o ponto alto da temporada de Primoz Roglic, depois do azar no Tour de France onde sofreu uma queda e teve que abandonar poucos dias depois, bem como o azar que lhe tirou a vitória também no Paris-Nice no final, também por queda.

Roglic deverá correr na Vuelta a Espanha para defender o título no próximo mês, onde estarão outros nomes de peso do pelotão.

Os portugueses

O português João Almeida foi hoje o 16.º classificado no contrarrelógio, enquanto Nelson Oliveira foi o 21.º.

Num percurso ondulado, os contrarrelogistas puros tiveram forte concorrência de corredores completos, num tipo de exercício individual que costuma agradar aos ciclistas portugueses.

O início explosivo, com uma das subidas mais duras, até ao ponto de cronometragem instalado ao quilómetro 9,7 foi o troço que mais penalizou as aspirações de João Almeida e de Nelson Oliveira. Nesse parcial estavam ambos fora do top 20.

Com o passar dos quilómetros, os dois representantes de Portugal foram melhorando relativamente aos rivais, algo particularmente notório em João Almeida.

O corredor natural das Caldas da Rainha terminaria no 16.º lugar, com 58’33”97, mais 3’29”78 do que o novo campeão olímpico, Primož Roglič. Nelson Oliveira, 21.º, fez parar o cronómetro nos 58’59”22, a 3’55”03 do vencedor.

TOP 10 do contrarrelógio olímpico masculino

Pos.NomeEquipaTempo
1ROGLIČ PrimožEslovénia55:04
2DUMOULIN TomPaíses Baixos1:01
3DENNIS RohanAustrália1:04
4KÜNG StefanSuíça1:04
5GANNA FilippoItália1:06
6VAN AERT WoutBélgica1:41
7ASGREEN KasperDinamarca1:48
8URÁN RigobertoColombia2:15
9EVENEPOEL RemcoBélgica2:17
10BEVIN PatrickNova Zelândia2:20

Contrarrelógio Olímpico feminino

Na prova feminina Annemiek van Vleuten (Holanda) venceu o contra-relógio olímpico, também ela destruindo a sua concorrência em Tóquio, com uma performance de outro mundo.

Com orgulho ferido depois de perder o ouro na corrida de fundo, van Vleuten partiu numa missão desde a rampa de lançamento. Ela bateu os melhores tempos em cada um dos pontos intermédios até marcar o tempo de 30: 13,49, acabando por vencer com quase um minuto menos que a segunda classificada Marlen Reusser da Suíça.

A holanda acabou por ter na prova de contrarrelógio o domínio que se esperava na prova de fundo e não se verificou, pois a medalha de bronze foi para outra holandesa, Anna Van der Breggen fechou o pódio a 1:02m da vencedora.

TOP 10 do contrarrelógio olímpico feminino

Pos.NomeEquipaTempo
1VAN VLEUTEN AnnemiekPaíses Baixos30:13
2REUSSER MarlenSuíça0:56
3VAN DER BREGGEN AnnaPaíses Baixos1:02
4BROWN GraceAustrália1:09
5NEBEN AmberEUA1:13
6BRENNAUER LisaAlemanha1:57
7DYGERT ChloeEUA2:16
8MOOLMAN AshleighAfrica do Sul2:24
9LABOUS JulietteFrança2:29
10LONGO BORGHINI ElisaItália2:47

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Nairo Quintana já só pensa no dia 12 de outubro

Nairo Quintana já só pensa no dia 12 de outubro

‘Matxín’ deixa cargo de director desportivo da UAE Team Emirates na estrada

‘Matxín’ deixa cargo de director desportivo da UAE Team Emirates na estrada

Mathieu van der Poel no primeiro Campeonato do Mundo de Gravel – “É histórico”

Mathieu van der Poel no primeiro Campeonato do Mundo de Gravel – “É histórico”

Campeonato Nacional de XCO 2022

Campeonato Nacional de XCO 2022

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos