Jogos Olímpicos – Contrarrelógio

Jogos Olímpicos – Contrarrelógio

Primoz Roglic venceu a prova de contrarrelógio dos Jogos Olímpicos, o ciclista esloveno esmagou a concorrência, superando os especialistas Tom Dumoulin (Holanda) e Rohan Dennis (Austrália), segundo e terceiro respectivamente, por mais de um minuto ao longo de um percurso ondulado, de 44 quilómetros.

Este resultado marca o ponto alto da temporada de Primoz Roglic, depois do azar no Tour de France onde sofreu uma queda e teve que abandonar poucos dias depois, bem como o azar que lhe tirou a vitória também no Paris-Nice no final, também por queda.

Roglic deverá correr na Vuelta a Espanha para defender o título no próximo mês, onde estarão outros nomes de peso do pelotão.

Os portugueses

O português João Almeida foi hoje o 16.º classificado no contrarrelógio, enquanto Nelson Oliveira foi o 21.º.

Num percurso ondulado, os contrarrelogistas puros tiveram forte concorrência de corredores completos, num tipo de exercício individual que costuma agradar aos ciclistas portugueses.

O início explosivo, com uma das subidas mais duras, até ao ponto de cronometragem instalado ao quilómetro 9,7 foi o troço que mais penalizou as aspirações de João Almeida e de Nelson Oliveira. Nesse parcial estavam ambos fora do top 20.

Com o passar dos quilómetros, os dois representantes de Portugal foram melhorando relativamente aos rivais, algo particularmente notório em João Almeida.

O corredor natural das Caldas da Rainha terminaria no 16.º lugar, com 58’33”97, mais 3’29”78 do que o novo campeão olímpico, Primož Roglič. Nelson Oliveira, 21.º, fez parar o cronómetro nos 58’59”22, a 3’55”03 do vencedor.

TOP 10 do contrarrelógio olímpico masculino

Pos.NomeEquipaTempo
1ROGLIČ PrimožEslovénia55:04
2DUMOULIN TomPaíses Baixos1:01
3DENNIS RohanAustrália1:04
4KÜNG StefanSuíça1:04
5GANNA FilippoItália1:06
6VAN AERT WoutBélgica1:41
7ASGREEN KasperDinamarca1:48
8URÁN RigobertoColombia2:15
9EVENEPOEL RemcoBélgica2:17
10BEVIN PatrickNova Zelândia2:20

Contrarrelógio Olímpico feminino

Na prova feminina Annemiek van Vleuten (Holanda) venceu o contra-relógio olímpico, também ela destruindo a sua concorrência em Tóquio, com uma performance de outro mundo.

Com orgulho ferido depois de perder o ouro na corrida de fundo, van Vleuten partiu numa missão desde a rampa de lançamento. Ela bateu os melhores tempos em cada um dos pontos intermédios até marcar o tempo de 30: 13,49, acabando por vencer com quase um minuto menos que a segunda classificada Marlen Reusser da Suíça.

A holanda acabou por ter na prova de contrarrelógio o domínio que se esperava na prova de fundo e não se verificou, pois a medalha de bronze foi para outra holandesa, Anna Van der Breggen fechou o pódio a 1:02m da vencedora.

TOP 10 do contrarrelógio olímpico feminino

Pos.NomeEquipaTempo
1VAN VLEUTEN AnnemiekPaíses Baixos30:13
2REUSSER MarlenSuíça0:56
3VAN DER BREGGEN AnnaPaíses Baixos1:02
4BROWN GraceAustrália1:09
5NEBEN AmberEUA1:13
6BRENNAUER LisaAlemanha1:57
7DYGERT ChloeEUA2:16
8MOOLMAN AshleighAfrica do Sul2:24
9LABOUS JulietteFrança2:29
10LONGO BORGHINI ElisaItália2:47

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Absa Cape Epic 2021 – Resumo etapa 5

Absa Cape Epic 2021 – Resumo etapa 5

Fim de semana de Ciclismo no Eurosport

Fim de semana de Ciclismo no Eurosport

Absa Cape Epic 2021 – Resumo etapa 4

Absa Cape Epic 2021 – Resumo etapa 4

Absa cape Epic 2021 – Resumo etapa 3

Absa cape Epic 2021 – Resumo etapa 3

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos