João Almeida falou sobre a próxima época, e sobre Pogacar

João Almeida falou sobre a próxima época,  e sobre Pogacar

João Almeida transferiu-se da Deceuninck Quick-Step para a UAE Team Emirates na próxima temporada. O português de 23 anos espera brilhar com a sua nova equipa nas grandes voltas, mas não será certamente o único líder da equipa. 

O bicampeão do Tour, Tadej Pogačar é o líder da equipa, mas João Almeida não prevê problemas com o seu futuro companheiro de equipa.

Numa extensa entrevista à Cyclingnews, João Almeida falou sobre a próxima época. A estreia do português na temporada está agendada para o Tour dos Emirados Árabes Unidos em fevereiro, uma prova na qual a UAE Team Emirates costuma começar a época, tendo sempre presentes as suas principais estrelas. 

Depois disso, João Almeida irá provavelmente concentrar-se na preparação do Giro d’Italia, do qual será o líder. No entanto, o jovem português espera destacar-se também noutras competições.

“Também espero estar noutras corridas por etapas, corridas de uma semana. Estou curioso para saber até onde posso chegar e que resultados posso alcançar com uma equipa à minha volta ”,

disse o português

Não tem receio de uma competição interna com Pogačar. 

“Acho que há espaço suficiente para nós os dois, e também para os outros ciclistas. Não quero apontar apenas para o Giro nos próximos anos, mas tenho certeza que podemos encontrar uma solução para isso. “

Disposto a trabalhar e dividir liderança

“Talvez nós possamos fazer voltas diferentes ou disputar uma grande volta juntos. Por que não? Tenho a certeza de que sempre se traçará de uma boa estratégia e sempre a seguirei. Estou ansioso para correr com Tadej. Podemos ajudar-nos, em vez de nos colocarmos no caminho um do outro. Também gosto de trabalhar para outros ciclistas. Não sou um líder egoísta. ”

De acordo com a imprensa nacional, João Almeida teria dois objetivos para a próxima temporada : o Giro e a Vuelta a Espanha. 

No entanto, na conversa com a Cyclingnews nota-se um discurso mais realista e cauteloso.

“Temos que encontrar um equilíbrio entre a competição e a vida normal, caso contrário, acabaremos esgotados em quatro anos. É um desafio físico e mental lutar por uma classificação em duas grandes voltas. Prefiro não ir tão além porque quero ter uma carreira longa. “

Sobre Evenepoel e o ultimo Giro de Itália

Acerca do ultimo Giro de Itália, onde João Almeida só teve liberdade para liderar a equipa, após o líder Remco Evenepoel ter descido na classificação Geral, João Almeida mantém-se cordial.

“Olho para o Giro de uma forma positiva porque me senti bem na terceira semana e estava a ficar cada vez melhor. Tínhamos dois planos no Giro e fizemos exatamente o que tínhamos que fazer. ”

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Tony Martin arrasa a UCI falando do tema segurança

Tony Martin arrasa a UCI falando do tema segurança

Melgaço candidata-se à organização dos Europeus de XCO em 2025

Melgaço candidata-se à organização dos Europeus de XCO em 2025

Primoz Roglic reflexiona sobre o Tour de France, e partilha o seu modo de vida

Primoz Roglic reflexiona sobre o Tour de France, e partilha o seu modo de vida

NOVA Trek Speed Concept  – Bicicleta de triatlo

NOVA Trek Speed Concept – Bicicleta de triatlo

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos