Equipas espanholas dominam primeiros dias da Volta a Portugal do Futuro

Equipas espanholas dominam primeiros dias da Volta a Portugal do Futuro

A Volta a Portugal do Futuro é a competição mais importante para corredores sub-23 em Portugal. A prova, que já foi vencida por Ruben Guerreiro, iniciou-se esta quinta-feira e vai estar na estrada até ao próximo domingo. À partida nas Caldas da Rainha, estiveram 113 corredores, em representação de 20 equipas, entre elas oito oriundas do nosso país vizinho.

Partida das Caldas da Rainha – Créditos Volta a Portugal

Na primeira etapa, o pelotão percorreu 142 quilómetros na ligação entre as Caldas e Pombal. Uma fuga de 11 ciclistas animou a etapa e foi um misto entre fugitivos e ciclistas que saltaram do pelotão na parte final da corrida, que chegaram destacados à Avenida dos Heróis do Ultramar. O grupo composto por nove ciclistas chegou com 50 segundos de vantagem e contava com a superioridade da equipa da High Level-Gsport que ganhou a etapa e assumiu a liderança da classificação geral com dois ciclistas diferentes. O maiorquino Francesc Bennassar foi o vencedor com um ataque nos últimos 800 metros, mas foi Sergi Darder que ficou com a camisola amarela após ter cruzado a meta no segundo lugar e ter acumulado segundos de bonificação nos sprints intermédios. O melhor português foi Diogo Narciso (Credibom/LA Alumínios/Marcos Car) num grupo onde apenas João Silva (Kelly-Simioldes-UDO) o acompanhava, no que toca à presença portuguesa.

“Duplete” da High Level-Gsport – Créditos Volta a Portugal

A segunda etapa ligou Figueiró dos Vinhos a Castelo Branco, numa tirada de pouco mais de 140 quilómetros. Num dia em que a fuga demorou metade da etapa para se formar, a persistência de François Vie (Credibom/LA Alumínios/Marcos Car), Owen Lightfoot (Maglia Tecnosylva Bembibre), Jorge Garcia (Supermercados Froiz) e Pedro Pinto (Fonte Nova/Felgueiras) valeu-lhes não só o mediatismo da fuga do dia como também a discussão da etapa na cidade albicastrense. Javier Ceballos da Bicicletas Rodriguez-Extremadura chegou a rodar com os quatro da frente mas não conseguiu aguentar o ritmo. No final, o britânico Owen Lightfoot foi o mais forte e venceu a segunda etapa da Volta a Portugal do Futuro. À partida para os últimos dois dias decisivos, Sergi Darder mantém a camisola amarela assim, como a da juventude e dos pontos. Pedro Pinto (Fonte Nova/Felgueiras) é o líder da montanha.

Vitória de Owen Lightfoot – Créditos Volta a Portugal
  • Classificação geral após as duas etapas disputadas:

Amanhã disputa-se a etapa rainha com chegada ao Alto de São Macário. Os nove quilómetros a 9% de média vão ditar grandes diferenças entre os corredores mas a corrida está bastante em aberto. Nomes como Daniel Jimenez (Supermercados Frois) e Miguel Anton (Bicicletas Rodriguez-Extremadura) conseguiram alguma vantagem para os principais favoritos. Mesmo o ex-campeão nacional de juniores, João Silva (Kelly-Simioldes-UDO) não pode ser descartado de fazer uma boa chegada e uma boa geral. A tentar recuperar a desvantagem vão estar nomes como Alexandre Motez (Credibom/LA Alumínios/Marcos Car), Duarte Domingues (Glassdrive/Q8/Anicolor), Alejandro Luna e Vicente Naranjo (Supermercados Froiz) ou Alberto Álvarez (Bicicletas Rodriguez-Extremadura) que prometem ser os melhores trepadores em competição.

Perfil do ALto de São Macário

A última jornada irá ter em Murtosa o seu tiro de partida e um circuito final em Águeda para os últimos ajustes na classificação geral. Pode acompanhar o resumo e as classificações no Topcycling.

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Volta à Suíça – Etapa 5 – Espetáculo de João Almeida

Volta à Suíça – Etapa 5 – Espetáculo de João Almeida

Volta a Portugal 2024 – Já se conhecem as etapas

Volta a Portugal 2024 – Já se conhecem as etapas

Granfondo Portimão 2024 – O ultimo desafio do ano

Granfondo Portimão 2024 – O ultimo desafio do ano

Volta a Suíça – Resumo da Etapa 4

Volta a Suíça – Resumo da Etapa 4

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais