Coimbra e Montemor-o-Velho receberam o UCI GranFondo World Series

Coimbra e Montemor-o-Velho receberam o UCI GranFondo World Series

Coimbra e Montemor-o-Velho foram palco das qualificações para o Mundial de Contrarrelógio e Granfondos, tendo recebido no passado fim de semana, largas centenas de ciclistas.

No sábado, dia 17, Coimbra recebeu um total de 300 contrarrelogistas em disputa pelo apuramento para o mundial da especialidade, que decorrerá no próximo mês de agosto em Glasgow, na Escócia.

Já no dia seguinte, domingo, foi a vez de Montemor-o-Velho receebr cerca de mil os atletas que partiram da Zona Ribeirinha, com o objetivo de alcançar o apuramento na prova de fundo, para o referido Mundial de Granfondos, com homologação da UCI – União Ciclista Internacional.

O UCI GranFondo World Series – Coimbra Region by Margrés, único na Península Ibérica, foi um dos eventos selecionados pela UCI realizados em todo o mundo.

São cerca de 25 eventos de qualificação, onde são apurados os 20% melhores em cada faixa etária, para o Campeonato do Mundo UCI Granfondo, quer para o contrarrelógio individual, quer para a prova de fundo, nas quais poderão conquistar a camisola arco-íris.

No que à competição diz respeito, no dia 17, Coimbra recebeu o contrarrelógio, nas margens do Mondego e todo o cenário do CRI esteve montado na cidade dos estudantes e, como pano de fundo, a “Alta e Sofia” Universidade de Coimbra.

No contrarrelógio individual, foram vários os portuguesas que conseguiram o apuramento direto e percentual para o mundial, mas o forte contingente de ciclistas especialistas espanhóis, noruegueses e franceses, marcou os resultados desportivos. No masculino, domínio estrangeiro com vitória para o espanhol Francisco Salido (CD Hovalis) e, no feminino, domínio português com os três melhores tempos averbados por ciclistas lusas. Destaque para Patrícia Rosa (Extremosul/Hotel Alísios/ CA Terras do Arade) que conseguiu vencer a geral.  

Carlos Lopes, vereador do desporto da Câmara Municipal de Coimbra acentuou a “enorme importância que eventos de cariz diversificado e em épocas distintas do ano e de relevo internacional terão sempre o apoio da autarquia, porque representam a possibilidade de enquadrar a região em várias modalidades e públicos-alvo distintos.”

No domingo, dia 18, a corrida em linha contou com atletas de vinte e uma nacionalidades e teve partida e chegada em Montemor-o-Velho, com passagem por Coimbra, Penela, Góis, Vila Nova de Poiares e Miranda do Corvo. A meta apontava ao majestoso Castelo de Montemor-o-velho.

A nível de resultados desportivos, nas distâncias de mediofondo com 106 quilómetros (956 metros acumulado de subida) Pedro Mendes (Higitrecolhas/Vulcal CCC) foi o vencedor da geral, enquanto que no feminino, foi a francesa Stephanie Gros (Ind.).

Na distância mais longa, o granfondo, com 148 quilómetros (1548 metros de desnível positivo) com várias zonas espetáculp, materializada em descidas técnicas, zonas rolantes e várias contagens de 3.ª e 4.ª categorias, foi o italiano Matteo Cigala (Ind), o grande vencedor, após se superiorizar no ‘sprint’ final, enquanto que a geral feminina foi conquistada por Ana Sobreira (Love Tiles).

Emílio Torrão, Presidente da Câmara anfitriã, também participou no evento e mostrou-se agradado pela terra de Alves Barbosa continuar a manter viva a tradição do ciclismo e que uma prova desta dimensão tem um retorno importantíssimo para a região, quer no plano desportivo, quer no plano turístico. “Os eventos em massa de cariz internacional atraem pessoas ao território, não só no dia do evento, mas também em oportunidades futuras”, pelo que desejou as maiores felicidades a todos os participantes e reiterou convite para regressarem sempre que entenderem.

Para João Cabreira, diretor de corrida, o UCI Granfondo World Series Coimbra Region, by Margrés foi um acontecimento que o deixa orgulhoso por “poder proporcionar a muitos portugueses a possibilidade de se apurarem para o mundial de CRI e Granfondos, uma vez que é um evento único da Península Ibérica, que acarreta mais gastos, traz muitos estrangeiros, mas que, no cômputo geral, se revelou muitíssimo positivo para as partes envolvidas e para a região de Coimbra.”

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Dia perfeito de Pogacar e da UAE no Giro de Itália

Dia perfeito de Pogacar e da UAE no Giro de Itália

Giro d’Itália 2024 – Etapa 15

Giro d’Itália 2024 – Etapa 15

Giro d’Itália 2024 – Etapa 14 – CRI

Giro d’Itália 2024 – Etapa 14 – CRI

Giro d’Itália 2024 – Etapa 13

Giro d’Itália 2024 – Etapa 13

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais