Ciclocrosse – 11.ª prova da Taça do Mundo | Gavere

Ciclocrosse – 11.ª prova da Taça do Mundo | Gavere

O circuito de ciclocrosse em Gavere é conhecido pela sua dureza, este ano ganhou destaque na data do boxing day e além disso, mais uma vez esta temporada os 3 grandes alinharam na corrida, pelo que se previa uma corrida animada.

Na corrida feminina, a questão era saber quantos pontos iria amealhar Puck Pieterse, que tinha aqui uma oportunidade para se aproximar de Fem van Empel na classificação geral da taça do Mundo, visto que a líder não marcou presença nesta corrida, por ainda se encontrar a recuperar da lesão contraída em Val di Sole.

Corrida feminina

Shirin van Anrooij venceu a Taça do Mundo Gavere. A ciclista da Baloise Trek Lions teve a concorrência por parte de Puck Pieterse (que teve problemas mecânicos na segunda volta), e de Lucinda Brand, mas acabaria por ser a mais consistente ao longo da corrida.

Lucinda Brand fez uma corrida à sua imagem, de menos a mais, com uma recuperação notável e tendo chegado inclusive a liderar a corrida por um pouco, mas acabaria por ceder ao ritmo da sua colega de equipa. No entanto, uma corrida notável por parte de Brand, que nesta temporada tem tido alguns problemas de lesão e de saúde.

Não obstante os problemas mecânicos, Puck Pieterse acabou por terminar no terceiro posto e assim minimizar as perdas.

Vídeo resumo

TOP 10 final

POS.NomeTempo
01Shirin van Anrooij0:47:02
02Lucinda Brand0:00:37
03Puck Pieterse0:00:50
04Zoe Backstedt0:01:01
05Blanka Kata Vas0:01:17
06Clara Honsinger0:01:24
07Annemarie Worst0:01:35
08Manon Bakker0:01:48
09Aniek van Alphen0:02:14
10Inge van der Heijden0:02:40

Corrida masculina

Mathieu van der Poel geriu no Exact Cross Mol, porque o mês de Dezembro no ciclocrosse é pesado, há que colocar prioridades, e a prioridade era a Taça do Mundo em Gavere.

Tom Pidcock assumiu a corrida no início e colocou o seu ritmo, Mathieu van der Poel foi controlando de perto, até que no equador da corrida fez a primeira tentativa para resolver a corrida, chegando a ter 10 segundos sobre Pidcock e van Aert.

Tom Pidcock conseguiria fechar o espaço, levando consigo van Aert, mas quando Mathieu van der Poel voltou a mudar o ritmo (ainda tinha “muitas balas” para gastar), Pidcock não aguentou e cedeu.

Wout van Aert não está, nem na metade da forma com que se apresentou no Ciclocrosse a passada temporada e sabe disso, fez a corrida sempre no seu ritmo e só nas ultimas voltas tentou fazer um “forcing” para se juntar a van der Poel, mas sem sucesso, tendo que se contentar com o segundo posto no final.

TOP 10 Final

POS.NomeTempo
01Mathieu van der Poel 57:14
02Wout van Aert + 27
03Tom Pidcock + 54
04Michael Vanthourenhout + 01:53
05Lars van der Haar + 02:20
06Laurens Sweeck + 02:55
07Thibau Nys + 03:50
08Toon Vandebosch + 03:57
09Cameron Mason + 04:02
10Gerben Kuypers + 04:10

Vídeo resumo

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Peter Sagan anuncia final de carreira

Peter Sagan anuncia final de carreira

O piloto de Moto GP Miguel Oliveira, participará no  Race Nature Albufeira

O piloto de Moto GP Miguel Oliveira, participará no Race Nature Albufeira

Maiorca foi talismã para Rui Costa… outra vez

Maiorca foi talismã para Rui Costa… outra vez

Maria Martins em entrevista ao TopCycling.pt – Vídeo

Maria Martins em entrevista ao TopCycling.pt – Vídeo

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos