Campeonatos Nacionais de estrada

Campeonatos Nacionais de estrada

Decorreram este fim de semana os Campeonatos Nacionais de estrada em Melgaço.

Prova de Contrarrelógio

A primeira a disciplina a ser realizada foi a de contrarrelógio, na qual José Gonçalves (Team Katusha Alpecin) e Daniela Reis (Doltcini-Van Eyck Sport) se sagraram campeões nacionais na categoria de elite, enquanto João Almeida (Hagens Berman Axeon) venceu em sub-23. 

José Gonçalves, Daniela Reis e João Almeida os campeões de contrarrelógio 2019.

O corredor da Katusha Alpecin foi o único a completar a prova em menos de 43 minutos, registando 42m46s à chegada (média de 45,316 km/h).

José Gonçalves

As femininas cumpriram 24,6 quilómetros, igualmente duros. Daniela Reis partia como grande favorita e não desiludiu. A corredora da região Oeste cortou a meta ao fim de 39m45s, revalidando o título de contrarrelógio.

Daniela Reis

O percurso dos sub-23 foi o mesmo das corredoras de elite. A luta foi a dois, entre João Almeida e Jorge Magalhães (W52-FC Porto), embora com grande superioridade do corredor da formação dos Estados Unidos, que ficou a 2 segundos de dobrar o portista. 

João Almeida

Resumo das provas de contrarrelógio em vídeo (Federação Portuguesa de Ciclismo).

As provas de fundo

Elites masculinos

O novo campeão Nacional é José Mendes, do Sporting-Tavira.

José Mendes

Numa longa corrida praticamente sem terreno plano, após várias fugas ao longo da prova, das quais os últimos resistentes foram Domingos Gonçalves e César Fonte (W52-FC Porto), alcançados a 22 quilómetros da chegada, esperava-se a subida transposta na última volta fosse palco de ofensivas, mas não ocorreu qualquer movimentação de relevo.

Só na fase de aproximação à meta, Ricardo Mestre (W52-FC Porto) tentou surpreender de longe, entrando no último quilómetro isolado, mas José Mendes respondeu nos mil metros finais. 

Elites Femininos

Daniela Reis (Doltcini-Van Eyck Sport) juntou ao título nacional de contrarrelógio, também o de fundo.

Daniela Reis

A prova de elite feminina foi marcada por um ataque logo na primeira das quatro voltas, que juntou Daniela Reis e Raquel Queirós (Quinta das Arcas/Jetclass/Xarão) em cabeça de corrida. Com as duas ciclistas de elite esteve sempre a júnior Daniela Campos (5Quinas/Município de Albufeira/CDASJ). 

Daniela Reis foi a mais forte no final repetindo a “dobradinha”, que já alcançara nos Nacionais do ano passado. 

Resumo em vídeo da prova feminina (Federação Portuguesa de Cilismo).

Sub-23

João Almeida (Hagens Berman Axeon) ganhou a prova de fundo para sub-23 dos Campeonatos Nacionais de Estrada, e tal como Daniela Reis juntou ao título de fundo ao de contrarrelógio.

O ciclista da Hagens Berman Axeon esteve em fuga mais de cem dos 143,2 quilómetros da corrida para conquistar o título.

João Almeida

Resumo em vídeo da prova de Sub-23 (Federação portuguesa de Ciclismo).

Fonte: Federação Portuguesa de Ciclismo

Noticias relacionadas

Canyon Inflite 2022 – Novas cores e especificações

Canyon Inflite 2022 – Novas cores e especificações

Jogos Olímpicos – Contrarrelógio

Jogos Olímpicos – Contrarrelógio

Jogos Olímpicos – Prova de XCO Feminina

Jogos Olímpicos – Prova de XCO Feminina

TREK First Light – O esquema de cores inspirado no Japão

TREK First Light – O esquema de cores inspirado no Japão

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos