Campeonato da Europa de Estrada – Entre 150 atletas apenas 31 terminaram a prova de fundo

Campeonato da Europa de Estrada – Entre 150 atletas apenas 31 terminaram a prova de fundo

Decorreu esta tarde, em Trento, Itália, a prova de fundo de elite dos Europeus de estrada, com um total de 179,2 quilómetros.

Numa prova intensa, entre 150 atletas inscritos, apenas 31 terminaram, com o ciclista português João Almeida a ser 14º classificado, a seis minutos de Sonny Colbrelli, que venceu a prova com o tempo de 4:19.45 horas.

O atleta italiano, agora novo campeão europeu, superou ao ‘sprint’ a concorrência mais direta do belga Remco Evenepoel e do francês Benoit Cosnefroy.

Quanto aos outros portugueses em prova, Rui Costa, campeão mundial em 2013 e 6º classificado nos Europeus de 2016, a melhor marca de sempre de um ciclista português, ficou no 18º lugar, a 9.13 minutos de Colbrelli.

A equipa nacional não conseguiu aguentar os ataques dos adversários, ficando com os principais elementos mal colocados no pelotão, perdendo a presença na frente da corrida.

João Almeida ainda tentou responder, mas foi incapaz de alcançar a cabeça da corrida, ficando assim arredado dos primeiros lugares.

José Poeira, selecionador nacional, considerou que a equipa começou bem a prova, acabando por ceder no final.

“Tínhamos um plano para esta corrida, que passava por eliminar os homens rápidos e todos aqueles que não estivessem num dia bom. Para isso era preciso endurecer a corrida antes de entrar no circuito final. Fizemos bem esse trabalho, mas depois não fomos capazes de concretizar na parte final para entrarmos na discussão da corrida”.

Já João Almeida revela ter dado o seu melhor, lamentando o seu posicionamento quando os adversários atacaram.

“Tornou-se uma corrida muito duro. Dei tudo o que tinha, mas não estava muito bem posicionado quando os adversários atacaram. Talvez tivesse conseguido ir com eles se estivesse mais bem posicionado. Ainda tentei ir a solo durante uma volta, mas não tive sucesso, até porque houve alturas em que era o único a puxar, porque quem vinha comigo tinha colegas na frente”.

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Mercado – As transferências no pelotão World Tour para 2022

Mercado – As transferências no pelotão World Tour para 2022

Campeonatos do Mundo – Prova de contrarrelógio individual feminina

Campeonatos do Mundo – Prova de contrarrelógio individual feminina

Campeonatos do Mundo – Prova de contrarrelógio individual

Campeonatos do Mundo – Prova de contrarrelógio individual

João Almeida venceu a Volta ao Luxemburgo

João Almeida venceu a Volta ao Luxemburgo

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos