13.ª Taça do Mundo de Ciclocrosse – Hulst

13.ª Taça do Mundo de Ciclocrosse – Hulst

A taça do Mundo de Ciclocrosse regressou aos Países Baixos após uma série de corridas disputadas na Bélgica, com a ausência de Mathieu van der Poel, que tinha inicialmente programada a presença nesta corrida, o que não aconteceu pelo facto do campeão do mundo ter que se ausentar por mais algum tempo da competição devido às lesões nas costas e joelho.

Corrida feminina

Lucinda Brand (Baloise Trek Lions) tem sido a dominadora da temporada e à medida que esta vai avançando ela começa a sentenciar as classificações das várias competições em que está envolvida.

Ao seu estilo, começou a corrida numa posição mais recuada, mas pouco a apouco foi-se aproximando da frente da corrida até que nas últimas duas voltas livrou-se das restantes rivais para obter mais uma vitória na Taça do Mundo em Hulst.

A campeã do mundo já conquistou este ano seis vitórias consecutivas, aumentou a sua liderança na classificação geral da Taça do Mundo, visto que a segunda classificada na geral, Denise Betsema hoje finalizou no sétimo posto.

Destaque para a jovem Puck Pieterse (Alpecin-Fenix), que tentou mais uma vez a vitória numa Taça do Mundo, esteve na liderança durante algumas voltas mas voltou a finalizar em segundo.

Annemarie Worst tem vindo a melhorar os resultados, está em crescente de forma nesta segunda metade da temporada e conseguiu um fantástico pódio.

Depois de um início atribulado, Marianne Vos hoje não foi além do sexto lugar.

TOP 10 feminino

Pos.Nome (País) EquipaTempo
1Lucinda Brand (Ned) Baloise Trek Lions0:49:14
2Puck Pieterse (Ned) Alpecin – Fenix0:00:05
3Annemarie Worst (Ned) 7770:00:11
4Kata Blanka Vas (Hun) Doltcini-Van Eyck-Proximus Continental Team0:00:14
5Fem van Empel (Ned) Pauwels Sauzen – Bingoal0:00:26
6Marianne Vos (Ned) Jumbo-Visma Women Team0:00:37
7Denise Betsema (Ned) Pauwels Sauzen – Bingoal0:00:43
8Shirin van Anrooij (Ned) Baloise Trek Lions0:01:08
9Inge van der Heijden (Ned) 7770:01:46
10Alicia Franck (Bel) Proximus – Alphamotorhomes – Doltcini CT0:01:52

Resumo em vídeo

Corrida Masculina

Sem Mathieu van der Poel, e apesar de ser um percurso muito técnico, mais ao jeito de Lars Van der Haar ou Tom Pidcock, esperava-se nova vitória de Wout Van Aert visto que o campeão belga tem dominado todas as corridas em que entra, desde o seu regresso. Wout Van Aert chegava a Hulst com uma série de 7 vitórias em 7 corridas.

Na primeira volta, a corrente da bicicleta de van Aert saltou, ficou presa e este demorou algum tempo em colocá-la no sítio, tendo descido para o 40º lugar, ficando “preso” atrás de ciclistas mais lentos e perdendo 44 segundos para a frente da corrida.

Lars Van der Haar fez um arranque fortíssimo e manteve o ritmo durante as primeiras voltas, sempre com a marcação de perto pelo líder da geral, Eli Iserbyt.

Tom Pidcock (Ineos Grenadiers) assumiu a frente da corrida para não perseguir a vitória, no entanto, Iserbyt foi implacável em sua perseguição, mantendo-se sempre a cerca de 8 segundos do seu rival britânico.

“Estava a sentir-me bem no início, fui para a frente e consegui um espaço.”

Tom Pidcock

O britânico da Ineos Grenadiers acabaria por conseguir a vitória na corrida, seguido de Eli Iserbyt que com este resultado conseguiu sentenciar a classificação geral final da taça do mundo, vencendo a competição a duas provas do final.

Eli Iserbyt é para já o homem da temporada, tendo hoje carimbado a vitória da taça do mundo de Ciclocrosse 21/22, estando em excelentes condições para poder vencer o Superprestige e ainda com possibilidades no X20.

Lars van der Haar está de volta ao momento de forma que teve em Outubro/Novembro e finalizou em 3.º, e Wout Van Aert (Jumbo-Visma) conseguiu fazer uma recuperação fantástica terminando ainda num fantástico 4.º posto, depois de passar 36 ciclistas após o problema mecânico da sua bicicleta.

O campeão olímpico de BTT Pidcock mostrou velocidade e habilidade num percurso técnico, deixando melhores indicações corrida após corrida, e as expectativas para o Campeonato do Mundo no final do mês, cada vez mais altas, embora o mesmo não o tenha admitido na entrevista final.

TOP 10 Masculino

Pos.Nome (País) EquipaTempo
1Thomas Pidcock (GBr) Ineos Grenadiers1:03:49
2Eli Iserbyt (Bel) Pauwels Sauzen – Bingoal0:00:12
3Lars van der Haar (Ned) Baloise Trek Lions0:00:33
4Wout van Aert (Bel) Jumbo-Visma0:01:09
5Toon Aerts (Bel) Baloise Trek Lions0:01:30
6Michael Vanthourenhout (Bel) Pauwels Sauzen – Bingoal0:01:41
7Quinten Hermans (Bel) Tormans Cyclo Cross Team0:01:48
8Laurens Sweeck (Bel) Pauwels Sauzen – Bingoal0:01:57
9Vincent Baestaens (Bel) CX Team Deschacht-Group Hens-Containers Maes0:02:08
10Toon Vandebosch (Bel) Pauwels Sauzen – Bingoal0:02:11

Resumo em vídeo

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Egan Bernal continua nos cuidados intensivos, após cirurgia

Egan Bernal continua nos cuidados intensivos, após cirurgia

Ivo e Rui Oliveira alcançam vitória na prova de madison

Ivo e Rui Oliveira alcançam vitória na prova de madison

Egan Bernal sofre acidente durante treino

Egan Bernal sofre acidente durante treino

15.ª Taça do Mundo de Ciclocrosse – Hoogerheide

15.ª Taça do Mundo de Ciclocrosse – Hoogerheide

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos