Volta a Portugal 2021 – Resumo etapa 5

Volta a Portugal 2021 – Resumo etapa 5

Nova troca de líder da classificação geral na Volta a Portugal 2021, e segunda vitória de uma equipa estrangeira num dia em que a fuga do dia voltou a vingar.

A etapa 5 partiu de Águeda com menos elementos no pelotão devido a casos positivos de covid-19. A Euskatel-Euskadi não partiu para a quinta etapa. Dois casos suspeitos de covid-19, mais dois contactos de risco em isolamento levaram a equipa espanhola a abandonar a corrida. Nas equipas portuguesas João Benta e Tiago Machado, da Rádio Popular-Boavista tiveram que abandonar a corrida, assim como David Livramento e Emanuel Duarte, da Atum General/Tavira/Maria Nova Hotel.

A fuga do dia surgiu ao quilómetro 30, com um grupo de 17 ciclistas, entre eles Ricardo Mestre e Daniel Mestre (W52-FC Porto), Juri Hollmann e Lluis Mas (Movistar), Mason Hollyman (Israel Cycling Academy), César Fonte e Luís Gomes (Kelly/Simoldes/UDO), Kenny Molly (Bingoal Pauwels Sauces WB), Keegan Swirbul (Rally Cycling), Alex Peters (SwiftCarbon), João Macedo (LA Alumínios-LA Sport), Daniel Freitas (Rádio Popular-Boavista), Marti Marquez e Juan Lopez-Cozar (Kern Pharma), Rafael Reis e Luís Mendonça (Efapel) e Tomás Contte (Louletano-Loulé Concelho). O trabalho no pelotão ficava a cargo da equipa do camisola amarela, a Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel.

O grupo ganhou uma grande vantagem em relação ao pelotão, chegando a ter mais de dez minutos de diferença, tendo acabado por ser a W52 Fc-Porto a assumir a perseguição.

Tomás Contte lançou-se ao ataque e isolou-se na frente, conseguindo manter uma diferença superior a um minuto para o grupo perseguidor, mas faltando 34 quilómetros para o fim, Mason Hollyman (Israel Cycling Academy) sai do grupo perseguidor para tentar chegar à frente, conseguindo alcançar o corredor da equipa Louletano-Loulé Concelho.

Mason Hollyman, de 21 anos apenas, deu tudo para chegar à frente e assim que o fez não tardou a aumentar o ritmo, deixando para trás Tomás Contte, no início da subida final, tendo conseguido manter a vantagem e vencer a etapa 5 da Volta a Portugal 2021.

No grupo perseguidor do vencedor, a vantagem conseguida sobre o pelotão acabou por permitir a Daniel Freitas (Rádio Popular-Boavista) colocar-se como novo líder da classificação geral e vestir a tão desejada camisola amarela.

TOP 10 da etapa

POS.NOMEEQUIPATEMPO
1HOLLYMAN MASONISRAEL CYCLING ACADEMY04:11:48
2MESTRE RICARDOW52 / FC PORTO04:12:23
3CONTTE TOMASLOULETANO – LOULÉ CONCELHO04:12:48
4REIS RAFAELEFAPEL04:12:50
5MAS LUIS GUILLERMOMOVISTAR TEAM04:12:53
6FREITAS DANIELRADIO POPULAR – BOAVISTA04:12:57
7LOPEZ-COZAR JUANBURGOS-BH04:13:04
8HOLLMANN JURIMOVISTAR TEAM04:13:24
9MENDONÇA LUÍSEFAPEL04:13:32
10FONTE CÉSARKELLY / SIMOLDES / UDO04:13:35

TOP 10 classificação geral após etapa 5

POS.NOMEEQUIPATEMPO
1FREITAS DanielRPB22:02:16
2MARQUE AlejandroATMa 42
3ANTUNES AmaroW52a 47
4FIGUEIREDO FredericoEFPa 1:07
5MOREIRA MauricioEFPa 1:45
6GONZALEZ AbnerMOVa 1:46
7BRANDÃO JóniW52a 1:47
8CARVALHO AntónioEFPa 2:08
9RODRIGUES JoãoW52a 2:21
10FERNANDES LuísRPBa 2:31

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais YoutubeInstagramTwitter e Facebook.

Noticias relacionadas

Mathieu van der Poel contra Wout van Aert, é viver a história do ciclocrosse

Mathieu van der Poel contra Wout van Aert, é viver a história do ciclocrosse

Rubén Guerreiro reina no Saudi Tour

Rubén Guerreiro reina no Saudi Tour

Clímax em Hoogerheide com Van der Poel vs Van Aert

Clímax em Hoogerheide com Van der Poel vs Van Aert

Tom Pidcock escolhe Volta ao Algarve para a estreia na estrada em 2023

Tom Pidcock escolhe Volta ao Algarve para a estreia na estrada em 2023

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos