Rúben Guerreiro vence o Mont Ventoux Challenge

Rúben Guerreiro vence o Mont Ventoux Challenge

Rúben Guerreiro (EF Education-Easy Post) venceu hoje a quarta edição do Mont Ventoux Dénivelé Challenge, cortando a meta isolado no final da segunda passagem pela ‘mítica’ montanha em França.

A EF Education-EasyPost conquistou uma memorável dobradinha, com Ruben Guerreiro a vencer isolado, seguido pelo seu colega de equipa Esteban Chaves.

Esta dupla de ciclistas já havia deixado excelentes indicações na última e dura etapa do Critérium du Dauphiné, no passado domingo, e hoje voltaram a “causar estragos”, numa exibição memorável por parte da equipa norte-americana, com o ex-campeão nacional português a cruzar a meta 53 segundos à frente de Chaves e mais de um minuto à frente do terceiro classificado Michael Storer (Groupama-FDJ).

Dois anos depois de ter vencido a classificação da montanha no Giro de Itália, o ciclista português de 27 anos voltou a mostrar que é um dos melhores do mundo neste tipo de etapas de alta montanha, com uma exibição incrível onde atacou a 12 quilómetros do final, para cortar a meta isolado.

Cowboy dispara no Mont Ventoux

Na chegada, festejou fazendo jus à alcunha de “cowboy de Pegões”, ao “disparar” duas pistolas feitas com os dedos enquanto cruzava a meta, já depois de apontar para o céu.

“É lindo vencer aqui”, … Tive muito azar desde a minha última vitória, no Giro d’Italia 2020, mas se continuamos a lutar, vemos que é possível voltar a conseguir fazê-lo.”

O ciclista português realçou a importância desta vitória face a situação da equipa no que respeita aos pontos UCI necessários para se manter no primeiro escalão do ciclismo mundial, o World Tour.

“Depois do Dauphiné, o director de equipa disse-nos que tínhamos que vir aqui porque a situação da equipa não era boa, e felizmente, conseguimos um bom resultado”.

Um dia de calor escaldante no sul da França, com temperaturas bem acima dos 30 graus, numa etapa com mais de 4.000 metros de desnível, no qual Michael Storer (Groupama-FDJ) foi o mais relutante em desistir da perseguição a Rúben Guerreiro, mas metro a metro o português foi abrindo espaço, que se traduziu numa diferença impressionante de 1m.30s. no finalizar (para Storer).

Entrevista no final da etapa

POS.PAÍSNOME – EQUIPATEMPO
01Ruben Guerreiro EF Education-EasyPost4:32:35
02Esteban Chaves EF Education-EasyPost+ 53
03Michael Storer Groupama-FDJ+ 1:28
04Tobias Halland Johannessen Uno-X Pro Cycling Team+ 2:00
05Guillaume Martin Cofidis+ 2:15
06Cristian Rodriguez TotalEnergies+ 2:28
07Carlos Verona Movistar Team+ 2:30
08Andrey Zeits Astana Qazaqstan Team+ 2:55
09Roger Adriá Equipo Kern Pharma+ 3:08
10Attila Valter Groupama-FDJ+ 3:14

Depois do fantástico TOP 10 conseguido no Critérium du Dauphiné, uma corrida com alguns dos melhores ciclistas do mundo, Rúben Guerreiro volta a deixar boas indicações para o Tour de France, que tem início no próximo dia 1 de Julho.

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Specialized lança novos capacetes – S-Works Prevail 3 e Evade 3

Specialized lança novos capacetes – S-Works Prevail 3 e Evade 3

Trek lança a nova Trek Madone SLR – Com inovadora tecnologia IsoFlow

Trek lança a nova Trek Madone SLR – Com inovadora tecnologia IsoFlow

Tour de France 2022 – Guia Topcycling.pt

Tour de France 2022 – Guia Topcycling.pt

NOVO Shimano 105 Di2 de 12 velocidades – Di2 mais acessível

NOVO Shimano 105 Di2 de 12 velocidades – Di2 mais acessível

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos