Roglic coloca fasquia de Almeida ainda mais elevada

Roglic coloca fasquia de Almeida ainda mais elevada

Soube-se há poucas horas que Primoz Roglic, estrela de longa data da Jumbo-Visma, irá atacar o Giro em 2023.

É o ponto final nos rumores acerca do alinhamento de provas do ciclista esloveno de 33 anos, em relação às grandes voltas.

Esta confirmação eleva ainda mais a fasquia para o português João Almeida, que nos tem presenteado com prestações de grande nível na mítica prova italiana, e na qual os responsáveis da UAE Emirates depositam grandes esperanças para subir ao lugar mais alto do pódio no próximo ano.

Aos 33 anos será já tarde para sonhar com o Tour?

Esta é uma pergunta a que Roglic tem tentado escapar, mas para a qual tem que evidentemente preparar uma resposta para breve.

Ninguém dúvida do enorme talento de Roglic, mas o Tour parece nada querer com uma das principais estrelas do ciclismo internacional nos últimos anos. O azar, ou a pouca sorte, como preferirem, tem perseguido Roglic, cuja prestação na prova francesa tem ficado marcada por grandes quedas, às quais o ciclista da Jumbo-Visma tem tentado resistir, mas em vão.

Aliado a estes azares, eis que o ano passado surgiu um ‘grande’ Jonas Vingegaard, seu colega de equipa, a surpreender tudo e todos com a vitória no Tour, contrariando a favoritismo atribuído a Tadej Pogacar (UAE Emirates), demonstrando forte personalidade ao aguentar a camisola amarela durante várias etapas, sem ceder à pressão.

É no papel de Vingegaard que pode estar a resposta de Roglic

Aliás a confirmação de Roglic no Giro 2023 é já uma meia resposta a isso mesmo.

A recuperar de uma cirurgia ao uma cirurgia ao ombro esquerdo, há cerca de três meses, algo complexa, mas inevitável para uma total recuperação, Primoz Roglic tem vindo a atualizar o seu estado, dando conta dos progressos efetuados, mantendo sempre o foco em regressar às grandes exibições.

Depois de ser rei da Vuelta em três ocasiões, em 2023 Roglic procura reinar em território italiano, porque as possibilidades de poder vir a reinar em França, essas parecem cada vez menores.

Apresentando-se totalmente recuperado, tem valor para isso, mas atenção, que aos 33 anos, Roglic irá enfrentar uma forte e mais jovem concorrência. É mesmo aí que entra o português João Almeida, entre outros grandes nomes que prometem atacar o Giro 2023, onde não podemos deixar de destacar Remco Evenepoel, ciclista da Quick-Step.

A próxima edição do Giro promete, aguardemos até maio do próximo ano.

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Paris – Roubaix Challenge | Como ir viver o inferno do norte

Paris – Roubaix Challenge | Como ir viver o inferno do norte

Alice Segre no Desertus Bikus 

Alice Segre no Desertus Bikus 

Loma, o Novo Capacete Specialized

Loma, o Novo Capacete Specialized

Um português e um belga entram num bar

Um português e um belga entram num bar

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais