Primoz Roglic reflexiona sobre o Tour de France, e partilha o seu modo de vida

Primoz Roglic reflexiona sobre o Tour de France, e partilha o seu modo de vida

É quase unânime dizer que os dois melhores ciclistas de grandes voltas da actualidade são Primoz Roglic e Tadej Pogacar, e entre estes dois eslovenos começa a ser escrita uma história no Tour de France.

Tadej Pogacar e Primoz Roglic protagonizaram a luta mais equilibrada dos últimos anos no Tour (sendo que na ultima edição o abandono de Roglic deixou sempre a dúvida no ar “e se Roglic não tivesse abandonado?”). Isto faz com que o seu duelo seja sempre mais do que o esperado.

Por enquanto, feitas as contas neste duelo, Pogacar já leva duas vitórias na grande volta mais mediática do mundo, o Tour de France.

Para Roglic, isso não é um fracasso pessoal:

“Tadej é uma inspiração, não um motivo de desespero. Ele é um desafio para mim e para todos, e agradeço isso. Há muitos bons ciclistas num Tour e se queremos ganhar em Paris, temos de vencê-los. É a regra do ciclismo ”,

explica.

Tour é o objectivo

“Quero voltar ao Tour e tentar vencê-lo, mas como já aprendi, se não vencer o Tour não é o fim do mundo. A vida continua, mesmo que eu nunca ganhe o Tour ,”

diz Roglic.

A personalidade e “Fair Play” de Primoz Roglic destacaram-se precisamente após as derrotas e decepções no Tour de France, algo que lhe garantiu a admiração por parte do pelotão e adeptos da fãs da modalidade.

Esta fotografia partilhada pelo próprio nas redes sociais tornou-se viral este ano, quando após abandonar o Tour de France por queda e consequente lesão, e apesar da pressão de ser um dos favoritos à vitória, Roglic ficou mais uns dias nas estradas francesas a apoiar os colegas junto à estrada, a desfrutar do ciclismo como mais um adepto.

“Não sou um ‘exterminador’. Vejo as dificuldades como um desafio, não um problema”, diz Roglic. “O que acontece no mundo lembra-nos que temos que curtir a vida. Caso contrário, dedicaria-me a outra coisa, porque quero é ser feliz”,

acrescenta.

Roglic, apesar de ser frio e matador em corrida tem uma personalidade pacata e simples.

“Não sou o tipo de pessoa que fala alto e ostenta. Temos que provar e mostrar a capacidade na estrada, com as pernas e não na televisão. Creio que transmito uma mensagem de nunca desistir, e as pessoas apreciam isso”,

diz Roglic.

A temporada 2022 guarda para nós, fãs da modalidade, não só um novo episódio do duelo Primoz Roglic VS. Tadej Pogacar, mas provavelmente também algumas surpresas que se podem intrometer neste duelo.

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Tony Martin arrasa a UCI falando do tema segurança

Tony Martin arrasa a UCI falando do tema segurança

NOVA Trek Speed Concept  – Bicicleta de triatlo

NOVA Trek Speed Concept – Bicicleta de triatlo

João Almeida terá uma super equipa, assegura o director da UAE – Emirates

João Almeida terá uma super equipa, assegura o director da UAE – Emirates

A história do roubo da bicicleta de Geraint Thomas

A história do roubo da bicicleta de Geraint Thomas

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos