Pelotão nacional 2024 – Efapel

Pelotão nacional 2024 – Efapel

Terceiro ano de Efapel na estrada. Reforços, calendário e as considerações de José Azevedo no arranque da época.

É o terceiro ano do projeto coordenado por José Azevedo, que uma vez mais conta com o apoio da Efapel.

A empresa sediada em Serpins, na Lousã, apoiou a criação da equipa profissional e da Academia. Atualmente contam com cadetes e juniores masculinos, equipa feminina e paraciclismo.

Formar atletas e alimentar a equipa profissional é uma realidade, mas a componente social da Academia é importante pelo que todos os membros priorizam os estudos.

Talvez um dia cumpram o sonho de serem ciclistas profissionais e tenham a oportunidade de vestir o maillot da Efapel em corridas de topo como a Figueira Champions/Casino Figueira.

“É uma prova bastante dura, mais do que no ano passado quando o Joaquim Silva esteve sempre no grupo dos primeiros até à última subida. Este ano é mais longa, com mais uma volta o circuito torna-se mais duro e o nível dos participantes é bastante elevado. Somos conscientes de que uma prova com 220 km para quem está a começar o ano isso vai-se notar, mas queremos manter o prestígio que vamos angariando e vamos à Figueira tentar ser visíveis.”

José Azevedo ao TopCycling.

Efapel acabou 2023 com duas vitórias

Seis dos 11 atletas do plantel mantêm-se face à passada temporada.

A Efapel acabou 2023 com seis pódios e duas vitórias:

  • Joaquim Silva 1º no GP Mortágua – Pedro Silva
  • Rafael Silva 1º na 3ª etapa do Grande Prémio O Jogo

Dos reforços destacam-se o trepador Abner González e o sprinter Santiago Mesa. O tricampeão nacional de Porto Rico vem de três épocas na Movistar e deixou ótimas sensaçoes quando foi 6º e venceu a Juventude na Volta a Portugal de 2021. O colombiano chega da ABTF Betão-Feirense onde deixou triunfos na Prova de Abertura e na 1ª etapa do GP Anicolor.

“O Santi Mesa é uma mais-valia porque nos faltava um puro sprinter. Na montanha estamos mais fortes, mantemos os líderes e o bloco de 2023, que foi reforçado pelo Abner, que é um excelente ciclista, com muita experiência apesar da juventude. O Keegan [Swirbul] chegou a meio do ano passado e teve problemas de saúde, não conseguiu mostrar o seu potencial, mas se tudo correr bem será um corredor importante. A juntar ao Tiago Antunes que também teve um ano complicado com problemas de saúde.”

Créditos: João Fonseca Photographer

Mais um Azevedo no pelotão

A Efapel vai manter a presença internacional, começando já no Gran Camiño, de 22 a 25 de fevereiro.

O calendário foi alterado devido aos Jogos Olímpicos e provas clássicas como a Volta às Astúrias e Ordizia coincidem com corridas do calendário nacional. A Efapel deve fazer alguns eventos internacionais na parte final do ano, mas ainda aguarda por confirmações.

José Azevedo encara 2024 com especial carinho já que o filho João integra a equipa de cadetes. Sem pressão, mas com a ilusão de que possa haver mais um Azevedo no pelotão.

“Quero que ele desfrute da bicicleta porque é o desporto que escolheu e eu ensino-lhe o que é o ciclismo. Vontade tem, mas há muitos passos a dar. Tem o meu apoio, não tem pressão e compete-lhe escolher se é o ciclismo que quer como futuro e se tem as aptidões necessárias para isso.”

Noticias relacionadas

IRONMAN Cascais – Onde a Aventura e a Superação se encontram

IRONMAN Cascais – Onde a Aventura e a Superação se encontram

Volta a Portugal 2024 | Prólogo | Sabgal-Anicolor entra com tudo

Volta a Portugal 2024 | Prólogo | Sabgal-Anicolor entra com tudo

Tour de France 2024 – Distribuição do Prize Money

Tour de France 2024 – Distribuição do Prize Money

Pogacar Tour – Marcas históricas e registos supersónicos

Pogacar Tour – Marcas históricas e registos supersónicos

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais