NOVA Specialized Diverge STR 

NOVA Specialized Diverge STR 

A marca da Califórnia acaba de lançar a nível mundial uma nova Gravel Bike, a Specialized Diverge STR.

Sabendo do sucesso de vendas e popularidade da Diverge, uma das Gravel mais completas e versáteis do mercado, parece que a Specialized quis ir ainda mais longe no que respeita ao conforto do ciclista.

A maior novidade é o facto da marca incorporar a tecnologia Future Shock também na traseira da bicicleta, com o objectivo de suspender o ciclista (em vez da bicicleta), com o objectivo de aumentar o controlo e diminuir a fadiga ao fim de longas horas de pedalada.

À primeira vista, a nova Specialized Diverge STR é desde logo uma bicicleta diferente e de “personalidade” vincada.

Conforto sem compromisso

Com suspensão Future Shock dianteira e traseira, a Specialized procurou aumentar o controlo e a eficiência enquanto diminui a fadiga, para que o ciclista possa pedalar mais longe e mais rápido, por terrenos mais difíceis do que acreditava ser possível, mas sem comprometer o peso e resposta à pedalada da bicicleta.

Future Shock Traseiro

O Future Shock traseiro tem 30 mm. de curso na trajetória ideal para suavizar as estradas irregulares. Os seus controlos de amortecimento hidráulico deslocam-se para eliminar o “balançar” sob potência e garantir que grandes impactos não façam o ciclista saltar do selim, tudo sem comprometer o ajuste ou a eficiência da pedalada.

É totalmente ajustável para ciclistas de 50Kg a 125Kg (ciclista + carga), oferece amortecimento hidráulico para controlar o curso e possui três níveis de ajuste, bem como ajuste de recuperação.

Os ajustes possíveis no amortecedor

O amortecedor tem uma alavanca de três posições para amortecimento de compressão em movimento (quando o espigão de selim se move para trás).

Na posição aberta, será mais ativo. Na posição fechada, o movimento para trás será mais lento.

Há também uma configuração de recuperação separada (espigão a voltar à sua posição normal). Isto geralmente é definido uma vez, com base na rigidez do Espigão de Quadro e na preferência do ciclista e não é manipulado com frequência.

Vários testes até versão final

O sistema acaba por ser simples, mas a Specialized informou que para chegar a algo simples os engenheiros testaram muitos sistemas, tendo chegado à conclusão de que nenhum deles oferecia as vantagens deste.

Tentámos bicicletas com os cursos ocorrendo num centro pedaleiro excêntrico. Tentámos controlar o curso com amortecedores de ar no tubo inferior. Tentámos espigões de selim com amortecedores integrados. Por mais eficazes e promissores que fossem, não forneceram a função, simplicidade ou leveza que sabíamos que os ciclistas precisavam.

Luc Callahan, líder de engenharia de estrada e gravel da Specialized
Evolução do protótipo do elo original. Este quadro tinha um eixo pedaleiro giratório, estrutura
de tubo do selim semelhante e foi ajustado com um amortecedor de ar oculto no tubo inferior.

Tornar este sistema uma realidade de produção para ciclistas de todos os sítios não foi tarefa fácil. Luc Callahan, viveu um longo período de desenvolvimento com a sua equipa.

Protótipo original do elo oscilante. Este quadro tem um BB oscilante, tubo de selim / espigão
sólido e a conformidade é ajustada com um amortecedor de ar. Embora extremamente suave,
a transferência de potência do ciclista não foi tão eficiente e reativa.

Criaram 352 amostras de “Espigão de Quadro” para dar suporte a testes e validação, desenvolveram uma bateria inteiramente nova de padrões e, em seguida, executaram literalmente milhões de ciclos para validar que esta nova tecnologia estava pronta para estradas de Gravel.

Espigões de quadro personalizados

Para fornecer a “mola” certa para cada ciclista, cada tamanho de bicicleta tem dois Espigões de Quadro diferentes, e cada espigão de quadro pode ter uma orientação mais rígida ou mais suave.

Embora a grande maioria dos ciclistas encontre a configuração perfeita com os espigões incluídos na sua bicicleta, a Specialized fez nove espigões diferentes, cada um com uma configuração suave e firme, para que cada utilizador consiga tirar o máximo proveito da Diverge STR.

É totalmente ajustável para o peso, altura e estilo de condução do ciclista, ajuste que pode ser feito em tempo real na ponta dos dedos.

O triângulo traseiro permanece rígido para uma transferência de potência nítida, sendo compatível com espigão de selim telescópico.

Future Shock 2.0

O Future Shock 2.0. é herdado da anterior Diverge e Roubaix, foi criado para desenvolver bicicletas que correm no empedrado do Paris-Roubaix, mas encontrou a sua expressão mais pura no Gravel.

É o mesmo sistema de amortecimento hidráulico, com 20 mm. de curso frontal ajustável e amortecido para ajudar o ciclista a manter o controlo, enquanto protege as suas mãos, braços e ombros dos impactos.

Sistema SWAT e espaçamento de pneus

Sabendo das qualidades da Diverge, a Specialized manteve as características que tornaram o modelo popular e de sucesso.

A nova Specialized Diverge STR mantém o espaçamento dos pneus da sua “irmã” Diverge, uns fantásticos 47mm. numa roda 700c e 2,1” nas 650B.

Também o compartimento interno SWAT™, se mantém na Diverge STR, onde o ciclista pode colocar desde ferramenta a comida, ou roupa sem sobrecarregar os bolsos.

Os responsáveis da marca afirmam:

“Mandámos o “status quo” pela janela para criar uma geometria de Gravel progressiva, que amplifica a confiança que a Tecnologia Future Shock oferece. Estamos incrivelmente orgulhosos da nova Diverge STR, é a expressão máxima da aventura e exploração que o ciclista Diverge sempre desejou.”

Capacidade de carga

Sendo um modelo cuja principal característica é oferecer menos fadiga para longas pedaladas, a Specialized Diverge STR torna-se num modelo ideal para os que querem uma bicicleta para viajar em modo Bikepacking, e como tal é compatível com um rack dianteiro lowrider ou qualquer grade de bidão na forqueta.

Também tem provisões para um guarda-lamas completo na forqueta, mas não há disposições no quadro para um rack ou guarda-lamas traseiro.

A maioria das bolsas para quadros são compatíveis com a Diverge STR, com algumas considerações tendo alguma atenção às bolsas de tubo superior ou de guiador com tiras que envolvem o Future Shock, que podem danificar a capa de borracha, pelo que a marca não aconselha a sua utilização.

Peso da Specialized Diverge STR vs. Diverge

A Specialized Diverge STR tem especificações ligeiramente diferentes da Diverge, então os pesos dos modelos não são uma comparação perfeita.

Um quadro pintado de 56cm. sem ferragens pesa 1100g. Um sistema completo Diverge STR composto por quadro/forqueta/amortecedor/ Espigão de Quadro /Future Shock/caixa de direção/
SWAT™/etc., pesa quase mais 400g. que o quadro Diverge S-Works.

Uma S-Works Diverge STR completa de 56 cm com sistema tubeless pesa 8,5 kg fora da caixa. Os modelos Pro e Expert chegam aos 8,9 kg e 9,5 kg, respetivamente.

Disponibilidade e preços

Podes ver as características técnicas completas, gamas e preços aqui no site da marca: www.specialized.com/pt

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Peter Sagan anuncia final de carreira

Peter Sagan anuncia final de carreira

O piloto de Moto GP Miguel Oliveira, participará no  Race Nature Albufeira

O piloto de Moto GP Miguel Oliveira, participará no Race Nature Albufeira

Maiorca foi talismã para Rui Costa… outra vez

Maiorca foi talismã para Rui Costa… outra vez

Maria Martins em entrevista ao TopCycling.pt – Vídeo

Maria Martins em entrevista ao TopCycling.pt – Vídeo

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos