Giro – Pozzovivo não é Tiralongo       

Giro – Pozzovivo não é Tiralongo       

Na 5ª etapa do Giro de Itália falamos de veteranos. O ciclismo é dominado por talentos precoces, mas há resistentes e nenhum supera Domenico Pozzovivo.

A experiência é um posto e neste Giro de Itália ninguém conhece melhor a corsa rosa do que Domenico Pozzovivo.

Pozzo está na 19ª época ao mais alto nível. Só no Giro correu 17 vezes, mas um dia foi novato na Ceramica Panaria-Navigare ao lado de outro mito: Paolo Tiralongo fez 26 grandes Voltas e ganhou três etapas no Giro.

A primeira chegou aos 34 anos e foi oferecida por Alberto Contador. Tiralongo e o Pistolero eram amigos: o italiano deixou a pele para o espanhol ganhar – e depois perder pelo positivo por clembuterol – o Tour de France de 2010, favor que Contador pagou no Giro de 2011 permitindo a vitória de Tiralongo.

Pozzovivo foi operado 16 vezes

A cadeia de favores continuou na Vuelta de 2012 quando Contador revolucionou a geral a caminho de Fuente Dé… Tiralongo puxou pelo amigo até 6km da meta.

Pozzovivo não é Tiralongo, mas aos 40 anos continua a pedalar. O facto de ambos serem do Sul é curioso, já que o ciclismo transalpino é sobretudo forte a Norte. Domenico é de Basilicata e Paolo da Sicília, regiões com um PIB muito inferior a potências industriais como Lombardia, Trentino ou Emilia-Romagna.

É assim desde 1861, data em que o território foi unificado. A Itália está dividida e no ciclismo tudo é mais difícil para quem nasce no Mezzogiorno.

Mais ainda se o nativo for propenso a quedas. Pozzovivo foi operado 16 vezes e partiu cerca de 20 ossos (podem ser mais porque perdeu a conta às costelas). Tem mais parafusos e placas de metal do que um móvel do Ikea.

No Giro de 2015 drama na descida do Passo della Scoglina a caminho do final em Sestri Levante. Queda a alta velocidade e impacto no peito e na cara… mais uns ossos. Em 2019 preparava a Vuelta e foi atropelado partindo o braço e a perna.

Em 2012 Pozzovivo venceu em Lago Laceno. Este ano foi 11º na mesma meta na na 4ª etapa.

Único quarentão no WorldTour

Com 1,65m e 53kg o diminuto Domenico Pozzovivo é um sobrevivente. Aos acidentes e ao próprio ciclismo; várias vezes ficou sem equipa até ser salvo sobre a buzina.

Na edição passada terminou 8º ao serviço da Intermarché-Wanty quando ninguém dava muito por ele. Foi o sétimo top 10 no Giro, onde chegou a ser 5º em 2014 e 2018.

Alguém se atreve a apostar contra Pozzo? O único quarentão no WorldTour prepara-se para a 24ª grande Volta da carreira… a duas de Tiralongo. Só tenho que o trepador de Policoro não tenha vencido a 4ª etapa em Lago Laceno e assim ter uma espécie de final feliz já foi aí que averbou o único triunfo no Giro de Itália!

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Specialized apresenta a nova Chisel

Specialized apresenta a nova Chisel

Todos os olhos no campeonato nacional de ciclismo!

Todos os olhos no campeonato nacional de ciclismo!

Review – Sapatos Trek Velocis: O que dizer após 1000 km’s.

Review – Sapatos Trek Velocis: O que dizer após 1000 km’s.

Johansen vence 8.º Grande Prémio ANICOLOR

Johansen vence 8.º Grande Prémio ANICOLOR

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais