Geraint Thomas aborda final de carreira

Geraint Thomas aborda final de carreira

Geraint Thomas abordou recentemente um tema que nem todos os atletas de alta competição gostam de abordar, referimo-nos ao final de carreira.

O ciclista de 36 anos, que representa a INEOS desde 2019, registou uma boa prestação em 2022, com destaque para a conquista da Volta à Suiça, e o terceiro lugar obtido no sempre duríssimo Tour de France.

Thomas demonstrou durante a presente temporada ainda ter condições para rivalizar com os principais nomes do pelotão internacional, causando alguma supressa a boa forma que apresentou nas três semanas da Volta a França.

Em declarações prestadas ao portal Cyclingnews, o ciclista britânico mostra-se orgulhoso pela sua prestação na corrente temporada, afirmando que, neste momento, “já não tem nada a provar”.

“Foi bom participar este ano do Tour de France, muitos pensaram que eu não poderia competir com os melhores. Isso sempre motiva você que você pode fazê-lo e agora sinto que não tenho mais nada a provar. Foi um grande ano para mim e também competi em eventos como Liège-Bastogne-Liège, Flecha Wallona e o Tour do País Basco, onde mal havia competido antes”.

Thomas pisca o olho ao Giro em 2023, ano que pode ser de despedida da INEOS e da carreira profissional

Abordando o futuro, Geraint Thomas pisca o olho ao Giro d’Itália em 2023, em detrimento da participação no Tour de França, ano que poderá mesmo ser o último na INEOS, e o último ano na alta competição.

“Ainda não decidimos se será meu último ano na INEOS. Poderá ser o meu último ano como profissional e quero aproveitá-lo ao máximo. Sinceramente, não sei se vou correr o Tour, talvez faça o Giro d’Itália”.

Elogios a Pidcock

Abordando ainda o futuro da INEOS, Thomas vê em Tom Pidcock um ciclista de enorme qualidade e com grande futuro pela frente, apontando mesmo a possibilidade de vir a vencer o Tour de France.

“O Tom Pidcock está a ir na direção para quem deseja um dia vencer o Tour”.

Geraint Thomas (INEOS)

Apesar das várias dúvidas deixadas no ar, com estas declarações, Geraint Thomas demonstra que o final de carreira está próximo.  

Quando isso acontecer, o pelotão internacional perderá um elemento de inegável valor, e a INEOS uma figura de destaque no seio da equipa.   

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Nova luz diurna Trek Radar CarBack – Avisa aproximação dos veículos

Nova luz diurna Trek Radar CarBack – Avisa aproximação dos veículos

NOVO Fox Transfer – Nova geração do Espigão de Selim Telescópico mais robusta e ajustável

NOVO Fox Transfer – Nova geração do Espigão de Selim Telescópico mais robusta e ajustável

A última oportunidade de Gianni Moscon

A última oportunidade de Gianni Moscon

Os novos sapatos de BTT Ride Concepts Livewire

Os novos sapatos de BTT Ride Concepts Livewire

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais