Cape Epic 2022 – Etapa 4

Cape Epic 2022 – Etapa 4

A cada dia que passa a Cape Epic 2022 torna-se mais dura, o desgaste acumulado em ciclistas e máquinas é mais uma das varáveis que pode alterar tudo a cada momento.

Hoje foram percorridos 82 km’s. com 1650mts. D+ de acumulado, uma etapa com um final emocionante pelas apostas tácticas das equipas.

Matt Beers e Christopher Blevins (Toyota-NinetyOne-Specialized) foram os vencedores, por margem mínima em relação equipa Canyon-Northwave.

A 5 km’s. do fim, Beers escapou e surpreendentemente deixou até o seu parceiro Blevins para trás, além de Lukas Baum e Georg Egger, da Speed Company Racing, e Martin Stošek, da Canyon Northwave MTB, só Andreas Seewald, da Canyon Northwave MTB teve a acapacidade e perspicácia para ir com Beers, e os dois foram sozinhos até à meta.

No ultimo km., Beers diminuiu a velocidade enquanto olhava para trás, em busca de seu parceiro, para se assegurar da distância, depois só tinha que cortar a meta e esperar que Belvins conseguisse fazer a diferença no grupo perseguidor.

Depois do ataque de Mathew Beers, Blevins veio sempre na roda da equipa Speed Company Racing, a cerca de 800 mts. do final lançou o seu ataque, e conseguiu abrir a distância que lhe garantiu cortar a meta isolado no terceiro posto, dando assim a vitória de etapa à equipaToyota-NinetyOne-Specialized, visto que Beers tinha chegado primeiro momentos antes.

“Gostaria de poder dizer que planeámos isto, mas o Matt acabou por sair com o Andreas sem esperar. Depois fiquei a lamber os lábios, porque porque sabia que numa chegada em sprint sou forte. Ataquei no timing certo e consegui afastar-me. Gostei disto !”

DisseBlevins no final da etapa.

O português José Dias e o seu companheiro Hans Becking, equipa Buff-Megamo, terminaram no quarto posto, perdendo mais algum tempo depois dos problemas mecânicos de ontem.

O pódio feito o ano passado está mais difícil de repetir, mas na cape Epic tudo pode acontecer até ao ultimo dia. A equipa está no quarto posto da geral, a 4 minutos dos terceiros.

A fazer uma corrida de menos a mais desde o início, tendo feito TOP 10 na etapa nas duas ultimas, hoje o azar “bateu à porta” da equipa DMT Racing de Tiago Ferreira e Miguel Muñoz, tiveram problemas mecânicos (furo) e voltaram a perder tempo.

Terminaram a etapa no 19.º posto, e voltaram a descer duas posições na geral, sendo agora 13.º.

TOP 10 classificação geral masculina

Corrida Feminina

Na corrida feminina, a equipa BMC MTB Racing de Robyn de Groot e Pauline Ferrand-Prévot assumiu a liderança desde km-s 64 e não mais a largou, vencendo assim mais uma etapa nesta edição da cape Epic.

A equipa das lideres da classificação geral, a Ninety One – Songo – Specialized de Haley Batten Sofia Villafane ainda perseguiu a BMC MTB Racing, mas acabou por gerir a vantagem que tem na classificação geral para as perseguidoras.

No terceiro posto terminou hoje a equipa Faces Rola, das sul-africanas Candice Lill e Mariske Strauss.

TOP 10 classificação feminina

Vídeo da etapa

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Taça do Mundo de XCO em Nove Mesto – Decisão ao sprint

Taça do Mundo de XCO em Nove Mesto – Decisão ao sprint

NOVA Specialized Enduro LTD

NOVA Specialized Enduro LTD

Campeonato Nacional de XCM

Campeonato Nacional de XCM

Taça do Mundo de XCO em Albstadt – Tom Pidcock arrasou concorrência

Taça do Mundo de XCO em Albstadt – Tom Pidcock arrasou concorrência

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos