Specialized Turbo Vado SL 5.0 EQ | TESTE

Specialized Turbo Vado SL 5.0 EQ | TESTE

Seja por razões ecológicas, de bem estar ou económicas, a mobilidade urbana do futuro é um tema cada vez mais na ordem do dia. Testámos durante um mês a Specialized Turbo Vado SL, uma bicicleta eléctrica urbana, ou “Active” como a marca a descreve no seu site, que encaixa neste tema.

Apesar do caminho ainda ser longo no que respeita infra-estruturas para a mobilidade de bicicleta nos centros urbanos em Portugal, também é verdade que está melhor que há 5 ou 10 anos atrás.

Uma coisa é certa: Pandemia, preocupação ambiental, o preço dos combustíveis e o aparecimento das bicicletas eléctricas animaram mais pessoas a utilizar a bicicleta como forma de se moverem no seu dia a dia.

A Specialized Turbo Vado SL 5.0 revelou ser uma solução viável e inteligente não só para quem quer fazer o seu passeio de bicicleta, mas também para quem quer viver a cidade em vez de passar horas em longas filas de trânsito a caminho do local de trabalho.

Vídeo do teste

À primeira vista parece uma bicicleta perfeitamente normal, só olhando com mais atenção a alguns pormenores nos apercebemos de que é eléctrica.

O motor central dificilmente poderia ser melhor integrado no quadro, que tem uma óptima qualidade de acabamento, com transições limpas e design elegante. 

A opinião da ciclista menos experiente

Para passarmos uma informação o mais fidedigna possível fizemos um teste misto, ou seja, duas pessoas testaram a bicicleta, uma delas utilizadora frequente de bicicletas, outra não andava de bicicleta há cerca de 10 anos e utilizou a Turbo Vado SL durante alguns dias em vários terrenos.

Achámos importante colocar esta bicicleta nas mãos de alguém menos experiente e receber a sua opinião, pois algumas das pessoas que podem vir a adquirir esta Specialized Turbo Vado são precisamente pessoas que não pedalam há uns anos e tomam a decisão de o fazer agora.

Antes de entrarmos nos detalhes mais técnicos, passamos a opinião da ciclista menos experiente.

A primeira vez que esta tocou na bicicleta fez 22 quilómetros e apesar de não pedalar há 10 anos, tanto no dia em que pedalou como nos dias seguintes não sentiu qualquer tipo de dores musculares ou desconforto.

A assistência do motor à pedalada foi desde logo o primeiro destaque e surpresa para quem não pedalava há 10 anos.

É sempre maravilhoso ver a reação de alguém que experimenta pela primeira vez na sua vida uma bicicleta eléctrica, é um misto de espanto e felicidade na sua expressão.

Esta é uma das grandes vantagens das bicicletas eléctricas, quando se pedala o motor dá uma assistência à pedalada evitando maior esforço por parte do ciclista, e isto é algo que faz diferença tanto para pessoas que começam novamente a pedalar, como para pessoas que apesar de pedalar regularmente querem fazê-lo no seu dia a dia com a sua roupa casual, sem transpirar tanto.

Outro dos destaques da ciclista menos experiente foram os punhos ergonómicos, que se revelaram bastante confortáveis mesmo sem luvas, em contraste com os punhos habituais que causam algum desconforto ao fim de uns minutos de pedalada.

Depois a ciclista menos experiente só quer pedalar mais e mais, a pergunta do dia passa a ser: quando posso voltar a pedalar?

Na verdade se for uma pessoa que toma a decisão de fazer as suas deslocações do dia a dia com esta bicicleta, pode voltar a pedalar, cada dia! É voltar a trás no tempo e ter aquele entusiasmo de uma criança que recebeu a sua primeira bicicleta, e só pensa voltar a pedalar no dia seguinte.

Deixemos a opinião do ciclista experiente para o fim.

Preparada para o dia a dia

A Specialized preparou a Turbo Vado para quem quer fazer uso da bicicleta no seu dia a dia, sem complicações, sem ter de estar constantemente a colocar e retirar acessórios. Vamos por partes.

Iluminação permanente

Para que o utilizador não tenha que pensar em colocar ou retirar luzes, ou preocupar-se se estão carregadas ou não, a Turbo Vado SL EQ. vem com luzes dianteira e traseira de série.

A partir do momento em que ligamos a bicicleta as luzes ligam, tornando-nos mais visíveis durante o dia e auxiliando na visão durante a noite.

Numa próxima versão da bicicleta é bem vinda uma luz traseira mais forte. Durante a noite é suficiente para assinalar a nossa presença, no entanto esta é fraca durante o dia.

Como sabemos, hoje em dia tudo brilha na estrada (os automóveis estão equipados com luz de presença permanente hoje em dia), e é importante uma luz diurna para assinalar bem a presença do ciclista.

Porta malas e guarda lamas

A versão testada foi Turbo Vado “EQ”, ou seja equipada. Esta versão caracteriza-se por ter montados de série os guarda lamas, luz traseira e suporte porta bagagem, no qual se podem montar por exemplo uns alforges, também disponibilizados pela marca.

Os guarda-lamas de metal alongados garantem calças limpas e sapatos intactos, não deixando passar uma gota de água.

“Mas eu não pedalo à chuva”, poderão pensar alguns. Irão agradecer na mesma os guarda-lamas quando passarem por zonas de rega na cidade, evitando que água e lamas sujem a roupa.

Protector de corrente

O protector de corrente, evita que a roupa se suje ou enrole entre a corrente e o prato. Um acessório simples mas muito útil neste tipo de bicicleta.

Sistema eléctrico simples de utilizar e carregar

Uma bicicleta deste género, apesar de ser eléctrica deverá ser simples de utilizar, e a Turbo Vado SL é! Para acionar a assistência eléctrica dada pelo motor basta accionar um simples botão na unidade TCU no topo do quadro. Além do botão “ON/OFF” a unidade TCU também tem o indicador do nível da bateria e o nível de assistência disponibilizada no momento.

Tem disponíveis três níveis de assistência à pedalada

Um primeiro nível muito leve, que acaba por só anular o peso extra da bicicleta, transformando-a numa bicicleta normal, ou seja temos que aplicar a mesma força nos pedais que colocaríamos numa bicicleta normal.

Depois tem um segundo segundo nível intermédio, no qual já se nota a ajuda do motor. Este é o nível que oferece o melhor rácio de ajuda / autonomia.

Por fim, um terceiro nível de assistência que por norma apelidamos de “turbo”, este é aquele que queremos sempre utilizar pois ajuda bastante nas subidas e quando o desagradável vento está de frente para nós.

Para alternar entre os vários níveis de assistência do motor, ou mesmo desligar essa assistência, alternamos entre eles facilmente através dos comandos (+ e -) colocados junto do punho esquerdo da bicicleta.

A Specialized Turbo Vado SL vem equipada com o motor da própria marca, um motor não tão potente como outros no mercado, mas que apesar da assistência entregue ao ciclista dá uma sensação natural de pedalada e mantém uma excelente autonomia, apesar da bateria ser mais pequena.

Conforto em primeiro lugar

É a primeira palavra que nos vem á cabeça quando começamos a pedalar na Turbo Vado SL, conforto. Este deve-se a vários factores, começando pelo guiador e punhos ergonómicos.

O pequeno amortecedor “future shock” situado entre o guiador e testa do quadro também contribui para o conforto. Este mecanismo ganha maior destaque se vivemos em Portugal, país no qual não conseguimos escapar à calçada portuguesa, ou a “fantástica” tampa de esgoto que não está ao nível do asfalto.

O amortecedor future shock absorve as irregularidades do terreno, as mão e braços agradecem.

Carregamento

Colocar a Specialized Turbo Vado SL a carregar é tão simples como colocar qualquer outro equipamento electrónico, basta ligar o carregador entre a bicicleta e uma tomada de corrente eléctrica normal.

A bicicleta tem a vantagem da a podermos carregar em casa, sem necessidade de garagem. No caso desta Specialized Turbo Vado SL, 2 horas e 35 minutos bastam para a carregar na totalidade.

Transmissão

A Specialized equipou a Turbo Vado com uma transmissão de BTT Shimano XT de 12 velocidades, garantindo tanto a suavidade nas passagens de mudança, como a fiabilidade conhecida da Shimano.

A opinião da ciclista experiente

Entenda-se como experiente uma pessoa que pedala regularmente (4 a 5 vezes por semana), há mais de 10 anos tanto na vertente de lazer como competitiva, e apesar de ter alguma experiência com várias bicicletas, esta é uma bicicleta de um segmento diferente do que experimentei até aqui.

Na minha opinião o conceito de bicicleta eléctrica quando aplicado neste tipo de bicicletas, as urbanas ou citadinas, é onde faz mais sentido pois permite que a pessoa saia de casa com a sua roupa casual, pegue na bicicleta e faça as suas deslocações diárias sem despender de tanta energia.

Não se transpira em demasia, algo que pode ser desagradável com a roupa casual e neste tipo de utilização, portanto a primeira vantagem é ser eléctrica.

Depois o mix de peso / desempenho / autonomia que este sistema da Specialized proporciona. A Turbo Vado SL pesa cerca de 15 kgs. (e versão equipada 16 kgs,), que para uma bicicleta eléctrica não é muito.

A marca americana consegue este peso principalmente aligeirando a dimensão e peso bateria. Isto poderia trazer um problema, com menos bateria, menos autonomia, mas não!

A entrega de potência que o motor dá na assistência à pedalada é agradável, natural e não excessiva, mas se procuras uma bicicleta na qual não tenhas que colocar os músculos a trabalhar esta não é para ti.

Mesmo no nível máximo de assistência, em subidas íngremes terás sempre que colocar a tua energia. Isto faz com que a autonomia seja muito boa, 130 quilómetros de autonomia é o anunciado pela marca, mais do que suficiente para as deslocações diárias.

Caso o utilizador se queira aventurar noutras distâncias (por exemplo numa aventura de fim de semana), existe “Range Extender”, uma bateria extra que se coloca facilmente num dos porta-garrafas e aumenta a autonomia para os 195 quilómetros.

Em resumo

A Specialized Turbo Vado SL 5.0 EQ preenche muitos requisitos para quem procura uma bicicleta tanto para as suas deslocações diárias, como para lazer e desporto. 

O preço desta bicicleta são 5.200 €, sendo que a versão mais barata à venda em Portugal, não equipada e com um motor menos potente são 3.700 €, há bicicleta eléctricas mais baratas mas também há mais caras.

É um produto bem pensado e com qualidade, do qual destaco o conforto (posição, punhos e future shox), adaptabilidade à pedalada com roupa casual (guarda lamas e protecção de corrente) e o baixo peso que se revela importante na hora de manusear a bicicleta para colocar em casa, escritório, etc.

Podes ver a gama todas as características técnicas, acessórios, assim como a completa Turbo Vado em www.specialized.pt .

Por: Luís Beltrão

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Tour de France 2022 – Guia Topcycling.pt

Tour de France 2022 – Guia Topcycling.pt

Grande entrevista a Nelson Oliveira: “Não perdi o gosto por ganhar”

Grande entrevista a Nelson Oliveira: “Não perdi o gosto por ganhar”

Trek Checkpoint SL 6 | Teste

Trek Checkpoint SL 6 | Teste

Rúben Guerreiro – “Quem não gostaria de fazer top 10 no Tour?”

Rúben Guerreiro – “Quem não gostaria de fazer top 10 no Tour?”

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos