Rúben Guerreiro garante pódio no Gran Camiño

Rúben Guerreiro garante pódio no Gran Camiño

Rúben Guerreiro (Movistar) fechou a sua participação no Gran Camiño com um honroso terceiro lugar na geral.

O ciclista português de 28 anos foi um dos principais opositores de Jonas Vingegaard (Jumbo-Visma), que conquistou a prova de forma categórica, vencendo as três disputadas, (depois do cancelamento da ronda inaugural devido às más condições climatéricas registadas nesse dia).

Créditos imagem: Tim de Waele/Getty Images

Rúben Guerreiro partiu para o contrarrelógio final de hoje na vice-liderança desta 2.º edição do Gran Camiño, depois de ter terminado as duas etapas anteriores precisamente nessa posição.

O contrarrelógio acabou por ditar a perda dessa posição para Jesus Herrada (Cofidis), baixando para um honroso terceiro posto da classificação geral, a 2.48 minutos de Vingegaard, depois de três bons dias por terras galegas.

Ingresso promissor na Movistar

Aos 28 anos e depois de três temporada de ligação à EF Education, Ruben Guerreiro rumou este ano à Movistar naquela que parece ter sido uma decisão acertada, atendendo a este início de época promissor.

Além terceiro lugar de hoje na 2.ª edição do Gran Camiño o ‘cowboy de pegões’ (alcunha de longa data que lhe é reconhecida), tinha iniciado a temporada 2023 com a conquista do Saudi Tour.

A mudança de ares fez bem a Ruben Guerreiro que surge em 2023 repleto de confiança, ciente de que poderá vir a alcançar grandes resultados com as cores da formação espanhola da Movistar.

Classificação final

POSPÁISNOME – EQUIPATEMPO
01Jonas Vingegaard Jumbo-Visma08:16:55
02Jesus Herrada Cofidis+ 02:31
03Ruben Guerreiro Movistar Team+ 02:48
04Attila Valter Jumbo-Visma+ 02:53
05William Barta Movistar Team+ 03:01
06Lukas Nerurkar Trinity Racing+ 03:30
07Simon Geschke Cofidis+ 03:39
08David De La Cruz Astana Qazaqstan Team+ 03:40
09Joaquim Silva Efapel Cycling+ 03:44
10Ruben Fernandez Cofidis+ 03:53

Classificações completas aqui disponíveis.

Joaquim Silva mais um ciclista português em destaque

Joaquim Silva (Efapel) foi outro dos portugueses em destaque ao terminar dentro do top 10 final.

Aos 30 anos, o ciclista português da Efapel terminou num meritório nono lugar da geral, isto depois de ter efetuado um surpreendente contrarrelógio, 13.º melhor tempo, marca que permitiu subir quatro posições na geral.

Um merecido prémio para um dos bons e consistentes ciclistas existentes no pelotão nacional.

Como balanço desta 2.ª edição do Gran Camiño fica na memória a inequívoca demonstração de qualidade de Jonas Vingegaard, e para nós portugueses o orgulho em ver a bandeira nacional figurar duas vezes no top 10 final da prova, devido às boas prestações de Rúben Guerreiro e Joaquim Silva.

Por: Nelson Ferreira

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Volta à Suíça – Etapa 5 – Espetáculo de João Almeida

Volta à Suíça – Etapa 5 – Espetáculo de João Almeida

Volta a Portugal 2024 – Já se conhecem as etapas

Volta a Portugal 2024 – Já se conhecem as etapas

Granfondo Portimão 2024 – O ultimo desafio do ano

Granfondo Portimão 2024 – O ultimo desafio do ano

Volta a Suíça – Resumo da Etapa 4

Volta a Suíça – Resumo da Etapa 4

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais