Prólogo Volta a Portugal – Antevisão

Prólogo Volta a Portugal – Antevisão

A Volta a Portugal tem o seu início em Viseu. O prólogo de 3,6 quilómetros vai definir o primeiro camisola amarela da 84ª edição da Grandíssima.

À semelhança dos últimos anos, a Volta a Portugal inicia-se com um contrarrelógio individual. A cidade de Viriato será o palco das primeiras emoções da Volta. Lisboa tem dado o tiro de partida nos últimos anos, mas as Jornadas Mundiais da Juventude levaram o início da competição para a capital da Beira Alta.

Chegada a Viseu na Volta a Portugal do ano passado – Créditos Federação Portuguesa de Ciclismo

O percurso

Os 3,6 quilómetros com partida e chegada na Avenida da Europa que abrem a Grandíssima 2023 não apresentam grandes dificuldades. Apesar das várias rotundas que se vão ultrapassando ao longo do percurso, o prólogo não aparenta ser muito técnico tendo apenas três viragens mais pronunciadas. O terreno é bastante plano o que permitirá aos corredores atingir grandes velocidades. O tempo do vencedor irá rondar os quatro minutos e meio, o que permitirá aos sprinters e a corredores mais explosivos intrometer-se na luta pela vitória.

Perfil Prólogo de Viseu – Créditos Volta a Portugal

Os favoritos

A Glassdrive/Q8/Anicolor tem dominado os contrarrelógios em Portugal. O campeão em título, Mauricio Moreira parte como maior favorito, depois de ter vencido o Troféu Joaquim Agostinho e o prólogo que abriu essa mesma competição. O ex-campeão nacional, Rafael Reis é também um grande candidato a vestir a camisola amarela, assim como Luís Mendonça que pela duração do esforço poderá marcar um dos melhores tempos. Artem Nych e James Whelan são outros dois corredores que já deram mostras que podem derrotar os melhores.

Rafael Reis – Créditos Federação Portuguesa de Ciclismo

A Efapel Cycling parece ser quem mais pode fazer frente à equipa vencedora da edição transata. Desde logo com Tiago Antunes que foi terceiro no prólogo do Troféu Joaquim Agostinho e que parece vir em crescendo esta temporada. O russo Aleksandr Grigorev é outro ciclista que irá rodar muito rápido. Dentro das restantes equipas portuguesas Afonso Eulálio e António Carvalho (ABTF Betão-Feirense), João Matias (Tavfer/Ovos Matinados/Mortágua), Carlos Oyarzun (Aviludo-Louletano) e Carlos Salgueiro (AP Hotels&Resorts/Tavira/SC Farense) serão outros homens a ter em conta.

Tiago Antunes – Créditos Efapel Cycling

Nas equipas estrangeiras os holandeses da Universe Cycling Team devem ter bastantes expectativas nesta etapa, assim como António Soto da Euskaltel-Euskadi.

Pode acompanhar a corrida a partir de amanhã na RTP1 e aqui, no Topcycling.pt com as antevisões e os resumos diários

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Seis destaques da Volta a Portugal do Futuro

Seis destaques da Volta a Portugal do Futuro

Bruno Pires já ganha com a Tudor

Bruno Pires já ganha com a Tudor

Evenepoel e Roglic no Dauphiné

Evenepoel e Roglic no Dauphiné

Giro d’Itália 2024 – Pogacar entra na história

Giro d’Itália 2024 – Pogacar entra na história

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais