Campeonatos do Mundo de XCM – Já conhecidos os novos Campeões do Mundo

Campeonatos do Mundo de XCM – Já conhecidos os novos Campeões do Mundo

Realizaram-se hoje na Dinamarca os Campeonatos do Mundo de XCM (Cross-Country Maratona) 2022 em Haderslev (Dinamarca), onde os melhores do mundo da especialidade lutaram até aos metros finais pela camisola do arco-iris.

Corrida de Elites Masculinos

A corrida de 120 quilómetros disputou-se ao longo de três voltas a um circuito sem grande acumulado de subida – 500 metros por volta.

Sam Gaze foi a surpresa de hoje, não por se duvidar da sua capacidade, mas porque regressava de lesão contraída numa queda grave durante a corrida do Campeonato do Mundo de XCO (Cross-Country Olímpico).

Sam Gaze teve queda grave há menos de um mês, no Campeonato do Mundo de XCO

Um grupo de 8 corredores foi formado no início, Sascha Weber, Andreas Seewald, Lukas Bauim, Georg Egger, Sam Gaze, Hans Becking, Sebastian Fini e Simon Andreassen destacaram-se desde logo.

Após 4 horas de corrida, aquele que era o actual Campeão do Mundo de XCM, Andrea Seewald e Sam Gaze passaram a liderar a corrida com uma vantagem de 53 segundos sobre o grupo de perseguidores de Lukas Braum, Martin Blums e Simon Andreassen.

A poucos quilómetros da linha de chegada, o neozelandês Sam Gaze (que se sagrou este ano Campeão do Mundo de XCC) fez um ataque ao qual o alemão Seewald não conseguiu responder, acabando por terminar isolado à linha de meta e conseguindo assim a camisola de Campeão do Mundo com o tempo de 4:16 :51 e uma velocidade média de 28,03km/h.

O neozelandês Sam Gaze sagrou-se também este ano, Campeão do Mundo de XCC.

O alemão Andrea Seewald, e Simón Andreassen fecharam o pódio deste Mundial de XCM 2022, tendo ficado segundo e terceiro respectivamente.

Os portugueses

José Dias, 29.º classificado, foi o melhor elemento da Seleção Nacional no Campeonato do Mundo de Maratona BTT (XCM).

José Dias nunca esteve longe da frente da corrida nas voltas preliminares. Na primeira passagem por Haderslev rodava a 52 segundos da dianteira. Na volta seguinte tinha reduzido a desvantagem para 14 segundos. No entanto, a última volta, disputada a um ritmo mais forte pelos homens que discutiram o título, deixou o português mais longe da frente.

José Dias acabou por terminar na 29.ª posição, a 7m26s do primeiro classificado.

Filipe Francisco, que fez a sua estreia em campeonatos do mundo desta especialidade, terminou no 75.º lugar, a 19m.23s. do vencedor. Tiago Ferreira não concluiu a corrida, por avaria mecânica.

Andrew Henriques participou por iniciativa própria e não integrado na Seleção Nacional, tendo terminado no 109.º posto, a 41m.54s. do primeiro classificado.

“O que podia correr mal, correu mal. O Filipe Francisco, que vinha com missão de trabalhar para a equipa, teve um acidente, embatendo na moto médica, que estava parada numa zona sem visibilidade.

O Tiago Ferreira, que se preparava para entrar na última volta no grupo da frente, teve de abandonar com a mudança partida.

O José Dias sentiu-se indisposto, perdendo algum tempo. O esforço para recuperar o terreno perdido naquela fase acabou por ser pago na ponta final.

O Andrew Henriques também teve problemas mecânicos logo aos dois quilómetros de corrida, sendo ainda vítima de furo”,

descreveu o selecionador nacional, Pedro Vigário

TOP 10 Masculino

POS.NomePaísEquipaTempo
1GAZE SamuelNZL NZLALPECIN – FENIX04:16:51
2SEEWALD AndreasGER GERCANYON NORTHWAVE MTB TEAM04:17:07
3ANDREASSEN SimonDEN DENCANNONDALE FACTORY RACING04:17:48
4FREY MartinGER GERSINGER RACING TEAM04:17:49
5WEBER SaschaGER GERTREK | VAUDE04:17:50
6BLUMS MartinsLAT LATCST POSTNL BAFANG MTB RACING TEAM04:17:51
7BAUM LukasGER GER04:17:52
8CARSTENSEN Sebastian FiniDEN DENKMC – ORBEA04:18:29
9ROUDIL CORTINAT AxelFRA FRAGIANT FRANCE MTB PRO TEAM04:18:48
10STOŠEK MartinCZE CZECANYON NORTHWAVE MTB TEAM04:19:07

Corrida de Elite Feminina

Quanto à corrida de elite feminina, também se formou um grupo desde o início, com 10 corredoras, incluindo; Jolanda Nef, Pauline Ferran-Prevot, Annie Last entre outras.

Nos últimos quarenta quilómetros, as corredoras do Cross Country decidiram aumentar o ritmo da prova, e ficaram na frente apenas Pedersen, Jolanda Neff, Pauline Prevot e Last.

No final a francesa Pauline Ferran Prevot foi a primeira a cruzar a linha de meta após vencer ao sprint Annie Last.

Com este Mundial, a francesa fecha um ano de galáctico conquistando 3 medalhas de ouro em apenas dois meses (XCC, XCO e agora XCM).

Jolanda Neff acabaria por terminar no terceiro posto, conseguindo assim a medalha de bronze.

TOP 10 Feminino

POS.NomePaísEquipaTempo
1FERRAND PREVOT PaulineFRA FRABMC MTB RACING03:36:58
2LAST AnnieGBR GBR03:36:58
3NEFF JolandaSUI SUITREK FACTORY RACING XC03:37:00
4PEDERSEN SofieDEN DEN03:37:12
5BOHÉ CarolineDEN DENGHOST FACTORY RACING03:39:42
6SPECIA GiadaITA ITAWILIER – PIRELLI FACTORY TEAM XCO03:40:41
7DEGN MaleneDEN DENKMC – ORBEA03:40:42
8MITTERWALLNER MonaAUT AUTCANNONDALE FACTORY RACING03:40:45
9LOOSER VeraNAM NAM03:40:52
10SOSNA KatazinaLTU LTUTORPADO FACTORY TEAM03:41:47

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Ciclismo no Eurosport nos próximos dias

Ciclismo no Eurosport nos próximos dias

Remco Evenepoel na INEOS. Rumor ou realidade?

Remco Evenepoel na INEOS. Rumor ou realidade?

Nibali e Valverde despedem-se na Lombardia

Nibali e Valverde despedem-se na Lombardia

A Trek lança novo vestuário de inverno sustentável

A Trek lança novo vestuário de inverno sustentável

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos