Alejandro Valverde pisca o olho ao gravel

Alejandro Valverde pisca o olho ao gravel

Após dar por terminada a sua carreira na alta competição do ciclismo internacional, Alejandro Valverde pisca agora o olho ao gravel.

Aos 42 anos, ‘O Bala’, alcunha que era reconhecida, despediu-se do pelotão internacional no passado mês de outubro, na Volta à Lombardia.

Depois de mais de 20 anos como profissional o grande destaque do ciclismo espanhol nas últimas décadas, prepara-se agora para abraçar outros desafios, e a participação em provas de gravel parece fazer parte desses objetivos.

Foi o próprio Valverde que admitiu essa possibilidade, deixando ainda garantias da continuidade da sua ligação à Movistar.

Segundo o que foi tornado público, Valverde irá ser um ponto de ligação entre os ciclistas e o staff da formação espanhola. Nada de estranhar, atendendo à forte e saudável ligação entre o ex-ciclista e toda a estrutura da Movistar.

Além das novas funções na Movistar, continuar a pedalar é também um dos objetivos que Valverde tem para o futuro. Pedalar em treinos junto da equipa, estando já confirmado a presença nos estágios em altitude, e muito provavelmente uma incursão no gravel.

“Agora, a minha tarefa principal na equipa será garantir maior comunicação entre diretores, treinadores e corredores, estando inclusivamente, presente no carro em algumas corridas, tais como o Giro, Tour, Vuelta, entre outros, mas não na íntegra. Provavelmente durante cinco ou seis dias, algo assim!”.

Alejandro Valverde

Em relação ao gravel, Valverde pisca o olho à modalidade de forma a manter a diversão que sente ao pedalar, aliado ainda ao gosto por competir, mas agora de forma muito mais descontraída.

Sim, eu gostaria de estar presente em provas de gravel e coisas assim, embora ainda não tenha olhado bem para isso. O objetivo passará por manter um objetivo desportivo e, ao mesmo tempo divertir-me. Talvez, sem tanta insistência ou disciplina, mas as minhas manhãs continuarão a ser ocupadas pelo treino.”

Alejandro Valverde

Quem sabe se a boa prestação registada na última edição da Strade Bianche, com a obtenção do 2.º lugar, apenas atrás do vencedor Tadej Pogacar (UAE Emirates), não venha a pesar na decisão.

‘O Bala’ demonstra assim ter uma ideia clara para o seu futuro imediato.

Depois de uma bela e longa carreira na alta competição do ciclismo, Valverde poderá ter no gravel a oportunidade de dar continuidade à prática de uma modalidade que tanto ama, mas agora noutra vertente.

Vamos aguardar pelas próximas semanas, mas caso a presença de Valverde em provas de gravel se venha mesmo a confirmar, é caso para dizer que a modalidade só terá a ganhar com isso.  

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Roglic confirma foco total na Jumbo-Visma

Roglic confirma foco total na Jumbo-Visma

O que é uma boa Alimentação e Suplementação para ciclista?

O que é uma boa Alimentação e Suplementação para ciclista?

Ciclocrosse – 3.ª prova da Taça de Portugal |  Santo Tirso

Ciclocrosse – 3.ª prova da Taça de Portugal |  Santo Tirso

Ciclocrosse – 7.ª prova da Taça do Mundo | Hulst

Ciclocrosse – 7.ª prova da Taça do Mundo | Hulst

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos