A história de Felipe Nystrom, o costarriquenho atropelado por Mathieu van der Poel

A história de Felipe Nystrom, o costarriquenho atropelado por Mathieu van der Poel

Um dos momentos marcantes da Taça do Mundo em Gavere no Boxing Day 2023, foi quando Mathieu van der Poel passou (dobrou) o costarriquenho Felipe Nystrom. 

A história de Felipe Nystrom

O atleta de 40 anos da Costa Rica é um verdadeiro herói de culto na modalidade, conhecido pela sua história de vida e pela forma como o ciclismo o tem ajudado a superar as dificuldades.

Felipe Nystrom é filho de mãe americana, que foi voluntária numa tribo indígena na Costa Rica, ele nunca conheceu o pai, que era membro dessa tribo mas não quis ficar com eles.

Desde cedo, Nystrom enfrentou dificuldades na sua vida: abusos durante a infância, problemas com vícios e até mesmo tentativas de suicídio. No entanto, ele encontrou um novo rumo na sua vida ao descobrir o ciclismo. Com dedicação pela modalidade, conquistou o título de campeão de estrada da Costa Rica em 2019 e mais recentemente, começou a competir em ciclocrosse.

Felipe Nystrom é um fã que concretizou o sonho de poder competir junto dos melhores.

Na passada terça-feira, durante a corrida de ciclocrosse em Gavere, entusiasmado com a atmosfera belga, Nystrom decidiu tirar uma selfie com um de seus muitos fãs. Infelizmente, ao voltar a subir para a sua bicicleta novamente, não percebeu se aproximava em grande velocidade “O Foguetão van der Poel”.

Para evitar uma queda quando dobrava Nystrom, Mathieu van der Poel teve que empurrar o costarriquenho e o episódio tornou-se viral muito rapidamente.

Profundamente abalado, Nystrom tomou uma decisão drástica e anunciou que irá parar de competir após a corrida em Hulst. Em entrevista ao Sporza, expressou a sua tristeza pelo incidente, assumindo totalmente a responsabilidade:

“Foi 1000% minha culpa o que aconteceu. Mathieu teve que me empurrar – deveria ter sido ainda com mais força. Eu estava no meio do caminho e sinto-me muito mal por isso. Preocupa-me que Mathieu seja mal interpretado”.

Felipe Nystrom recebeu tanto críticas como apoio dos fãs após o incidente, e demonstrou enorme tristeza pelo impacto negativo que trouxe a Mathieu van der Poel:

“Algumas pessoas dizem que sou estúpido, outras dizem que Van der Poel não precisava empurrar. É mau que ele tenha tido impacto negativo por causa da situação em que eu o coloquei, gostava de lhe pedir desculpa.”

Sobre a sua decisão de encerrar a carreira desportiva no ciclocrosse, o costarriquenho sente que é um erro grande de mais para continuar:

“Eu não mereço estar aqui. Sonhei e consegui, mas meu erro de terça-feira é demasiado grande para prosseguir… “

Mathieu van der Poel reagiu

Depois da história de Felipe Nystrom chegar aos media, Mathieu van der Poel reagiu, dizendo que já conhecia a história do atleta costarriquenho.

Também em declarações ao Sporza, o holandês voador encorajou Nystrom a não desistir do seu sonho.

“Conheço a história de Felipe Nystrom e tenho simpatia por ele, mas ontem pregou-me um belo susto, pensei que ele tinha parado para me deixar passar, mas de repente ele quis voltar a pedalar no momento em que passava. Fiz força para me manter direito e não bater com a bicicleta”,

explicou Mathieu van der Poel.

Esperemos que Nystrom continue, pois é um exemplo de como o ciclismo é um desporto de proximidade, no qual profissionais e amadores podem partilhar um circuito, uma estrada, uma volta, mas acima de tudo como pode mudar a vida das pessoas.

Noticias relacionadas

A Nova Cannondale SuperSix EVO do Campeão Nacional Rui Costa

A Nova Cannondale SuperSix EVO do Campeão Nacional Rui Costa

Tour de France 2024 | Etapa 19 | Pogačar sentencia o Tour

Tour de France 2024 | Etapa 19 | Pogačar sentencia o Tour

Cervélo Áspero 2024 | Review

Cervélo Áspero 2024 | Review

É Oficial: Astana Qazaqstan Team recebe novo Investidor

É Oficial: Astana Qazaqstan Team recebe novo Investidor

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais