4ª ronda da Taça de Portugal XCO – mudança de cenário em Valongo

4ª ronda da Taça de Portugal XCO – mudança de cenário em Valongo
Quando todos esperavam que a história da taça de Portugal de XCO seria escrita por dois nomes, eis que surge mais um, Rúben Almeida.

Uma semana após a conquista do título nacional de maratona em Melgaço, Rúben Almeida voltou a surgir como vencedor, arrancando na liderança onde se manteve durante todaa corrida at´conseguir um triunfo folgado ao cabo de 1h31m42s.

O ciclista do BTT Seia relegou para segundo e terceiros os dominadores das corridas da taça até aqui, Ricardo Marinheiro (Quinta das Arcas / Jetclass / Xarão) e Mário Costa (Brújula Bike Racing Team), a 2m18s e 4m08s, respectivamente.

Demonstrando tal superioridade quer nas maratonas quer em XCO, é uma pena que Rúben Almeida não tenha alinhado desde início para tornar a disputa na taça mais competitiva, à falta de só uma prova nunca poderá lutar pela mesma.

A decisão do título fica adiada para a ultima prova, visto que só 12 pontos separam Ricardo Marinheiro e Mário Costa.

Rúben Almeida pode vir a baralhar as contas é no campeonato nacional que se aproxima.

Também na corrida feminina houve desfecho diferente das ultimas corridas, Maaris Meier (Maiatos-Reabnorte) venceu esta corrida, mas à semelhança de Rúben Almeida, também não conta para a luta pelo título na taça de Portugal, pois não efectuou as primeiras corridas do ano.

Joana Monteiro (Brújula Bike Racing Team), vencedora das três etapas anteriores lidera a taça com 135 pontos, contra os 105 acumulador por Marta Branco e os 96 de Lúcia Crespo (ProRebordosa/LROpticas/RJGroup).

Nas restantes corridas foram vitoriados João Rocha (Rodabike / ACRG / Gondomar) o mais lesto entre os Sub-23; Rafael Rita (BTT Loulé / Elevis) o melhor entre os juniores; Raquel Queirós (Quinta das Arcas / Jetclass / Xarão) vencedora da corrida júnior feminina.

Nos escalões de formação, Diogo Neves (BTT Loulé / Elevis) venceu nos cadetes, na mais concorrida prova do programa, com 72 inscritos, tendo Ana Santos (ASC / Focus Team – Vila do Conde) sido a melhor cadete feminina.

Nas categoria Master foram consagrados: André Filipe (C.P.R. A-do-Barbas), primeiro em Master 30; David Inácio (Automoveis Ribeiro/GDVP) vencedor em Master 40; Rodolfo Lopes (ASC / Focus Team – Vila do Conde), o melhor entre os Master 50. Nas corridas femininas Master, a vitória em Master 30 coube a Raquel Marques (ASC / Focus Team – Vila do Conde) e Filomena Paulo (RÓÓDINHAS / Santos Silva) levou a melhor entre as Master 40.

Na classificação por equipas da competição nortenha o clube BTT Loulé / Elevis foi quem somou mais pontos no ranking. A turma algarvia manteve a liderança da geral coletiva da Taça de Portugal de XCO seguidos da ASC / Focus Team – Vila do Conde e da equipa Maiatos-Reabnorte.

Fica com o vídeo resumo da Federação Portuguesa de Ciclismo

https://www.facebook.com/FedPortCiclismo/videos/2136557626386300/?q=uvp%20-%20federa%C3%A7%C3%A3o%20portuguesa%20de%20ciclismo

Classificações completas aqui.

Fonte: Federação Portuguesa de Ciclismo.

Fotografia e vídeo: Federação Portuguesa de Ciclismo.

 

Luís Beltrão

Mr.B.

Noticias relacionadas

UCI anuncia Campeonato do Mundo de Gravel Bikes em 2022

UCI anuncia Campeonato do Mundo de Gravel Bikes em 2022

Campeonatos do Mundo – Prova de fundo Masculina

Campeonatos do Mundo – Prova de fundo Masculina

Campeonatos do Mundo – Prova de fundo Feminina

Campeonatos do Mundo – Prova de fundo Feminina

Mundiais de ciclismo – António Morgado conquista lugar de destaque em juniores

Mundiais de ciclismo – António Morgado conquista lugar de destaque em juniores

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos