Cape Epic 2018 – Etapa 3 – Cambalhota na liderança da prova

Cape Epic 2018 – Etapa 3 – Cambalhota na liderança da prova

A etapa 3 foi a etapa mais longa de toda a prova, com 122 km’s e 1800 mts. D+ de desnível acumulado.

Eram estas as dificuldades de hoje

Etapa 3 do Cape Epic, segundo dia com a Investec Songo Specialized de Jaroslav Kulhavy / Howard Grotts ao ataque, seguidos pela equipa da Canyon Topeak de Alban Lakata / Kristian Hynek.

Alban Lakata dizia no final da etapa “seguimos com eles, o Jaroslav parece uma locomotiva, é impressionante! Mas depois eles tiveram um furo e ficámos sozinhos na frente…”

Etapa ganha pela Canyon Topeak, que assim sobe ao terceiro posto da classificação geral tendo uma vantagem confortável de mais de 7 minutos para a equipa que segue em 4º, a Centurion Vaude.

A Investec Specialized voltou mais um dia a furar, mas hoje as consequenciais não foram como as de ontem, porque conseguiram alcançar novamente a frente da corrida e muito provavelmente só o facto de terem despendido de energia para fazer essa recuperação, levou a que no final não pudessem discutir a vitória de etapa.

Apesar do furo, a satisfação Kulhavy e Howard pelo desempenho de hoje.

O objectivo principal da equipa Specialized foi alcançado, com o ataque de hoje e o segundo lugar de etapa, subiram ao primeiro posto da classificação geral, dado que a equipa da Cannondale hoje, “encontrou o Homem da Marreta”.

Manuel Fumic e Henrique Avancini são ciclistas soberbos de cross country olímpico, mas esta prova são várias maratonas, muitas vezes em “estradão” aberto, com vento, o que não é o terreno ideal para as suas características. Finalizaram a etapa a mais de 4 minutos da Investec Songo Specialized e perderam a liderança na classificação geral.

Marretada hoje, para estes dois campeões. Amanhã é outro dia.

A Scott Buff de Luís Leão Pinto hoje seguiu grande parte da etapa com os lideres Manuel Fumic e Henrique Avancini, mas no final acabou por perder 5 minutos para estes, devido a um furo, como explica o próprio atleta português no seu instagram.

Com este contratempo chegaram a 10 minutos dos primeiros. Ainda assim este resultado permite manterem o 5to. posto da classificação geral.

Leão Pinto a puxar por todos, o português ao mais alto nível.

Na corrida feminina, mais uma vitória para as impressionantes Annika Langvad e Kate Courtney (Investec Songo Specialized), que só sabem ganhar neste Cape Epic, e lideram a classificação geral com uma vantagem de 12m.10seg’s. para a segunda equipa, a Spur.

Podes ver todas as classificações aqui.

 

Luís Beltrão

Mr.B.

 

Noticias relacionadas

UCI anuncia Campeonato do Mundo de Gravel Bikes em 2022

UCI anuncia Campeonato do Mundo de Gravel Bikes em 2022

Campeonatos do Mundo – Prova de fundo Masculina

Campeonatos do Mundo – Prova de fundo Masculina

Campeonatos do Mundo – Prova de fundo Feminina

Campeonatos do Mundo – Prova de fundo Feminina

Mundiais de ciclismo – António Morgado conquista lugar de destaque em juniores

Mundiais de ciclismo – António Morgado conquista lugar de destaque em juniores

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos